Rio de Janeiro terá encontro de produtores musicais

por Louise Palma
No dia 16 de junho, o Rio de Janeiro recebe o Estúdio Aberto, o primeiro encontro de produtores musicais do Brasil. A ideia do evento é reunir profissionais da área para discutir temas ligados à produção musical. Inspirado em workshops que já acontecem fora do país, o Estúdio Aberto pretende fazer a ligação entre profissionais que procuram aperfeiçoar seus conhecimentos e nomes relevantes do mercado fonográfico, que atuam em grandes produções, ditando tendências na área.

Para isso, foram convidados os produtores Torcuato Mariano e Fernando Moura, e os engenheiros Walter Costa e Ricardo Garcia. Nesta edição de estreia, temas como composição, arranjo, gravação, mixagem e masterização serão divididos entre os palestrantes, que carregam no currículo trabalhos com grandes artistas nacionais – como Djavan, Marisa Monte, Paralamas, Ana Carolina e Arnaldo Antunes – e internacionais, como Chuck Berry e George Martin.

Os interessados em participar do Estúdio Aberto podem fazer sua inscrição no site da Iatec, parceira do evento, que será realizado das 10h às 18h.

Serviço:
Estúdio Aberto
Quando: 16 de junho
Onde: Teatro Carlos Gomes, no Rio de Janeiro (Rua Pedro I, nº 4 – 2º andar, Praça Tiradentes – Centro)
Valor: R$200,00
Informações: atendimento@overdubbing.com.br
(21) 2493-9628 / (21) 2486-0629 (Iatec)

Fonte: Áudio, Música & Tecnologia

De 1 a 13 de novembro de 2011 será realizada a quarta edição do Festival Contemporâneo de Dança

A 4a edição do Festival Contemporâneo de Dança reúne em São Paulo artistas de diversos países que vivenciam a dança como uma experiência urgente, visceral e, por vezes, desestabilizadora. Experimentando múltiplas corporeidades e diversas maneiras de estar e de se relacionar com o outro, estes artistas lançam um olhar crítico sobre sua própria prática, questionam os padrões de representação a que estão habituados, e expandem nosso entendimento do que pode ser dança.

Desde sua primeira edição, o festival procura aproximar o público aos processos criativos em dança contemporânea, fomentando a formação e a experimentação artística através das oficinas oferecidas e promove o diálogo entre espectadores, artistas e pesquisadores nas distintas atividades programadas.

Em 2011, pela primeira vez no Brasil, a artista húngara radicada em Berlim, Eszter Salamon apresenta “Dance for Nothing”, solo que dialoga com a obra “Lecture of Nothing” de John Cage.

O coreógrafo marroquino Taoufiq Izeddiou volta ao festival com “Aataba” e com o solo “Aaleef”, apresentado no festival em 2008 como um work in progress. Paz Rojo de Madri e Cristian Duarte de São Paulo, que juntos participaram da 3ª edição do festival, apresentam seus mais recentes trabalhos: “Lo que sea moviéndose así” (Rojo) e “The Hot One Hundred Choreographers” (Duarte). O sueco Jefta van Dinther mostrará “Kneeding”, trabalho criado em parceria com Fredéric Gies e Thiago Granato, cujo processo foi apresentado no estúdio Nave em São Paulo, em 2010. O retorno destes instigantes artistas nos permite avaliar a continuidade das propostas e assimilar os trabalhos recentes ou revisitar os anteriores, a partir de uma abordagem processual que atualiza nosso olhar sobre as obras em questão.

Investindo também na difusão da produção brasileira, o festival convidou Michelle Moura, integrante do coletivo Couve-flor de Curitiba, que apresentará “Cavalo”, e Marcelo Gabriel de Belo Horizonte, que virá com “Quando o sol brilha mais forte a sombra é mais escura”. E, completando a programação foram incluídos dois importantes solos que merecem ser revistos: “Cornélia Boom”, solo protagonizado por Sheila Arêas e dirigido por Cristian Duarte; e “Noiva Despedaçada” de Ricardo Iazzetta.

Além das apresentações, serão oferecidas duas palestras: “Corpo sem Orgãos” com o filósofo e criador da Escola Nômade de Filosofia Luiz Fuganti, e “Corpomídia” com a dramaturgista Rosa Hercoles, coordenadora do Curso Comunicação das Artes do Corpo PUC-SP.

Ampliando as ações de formação artística e de formação de público, este ano foi inaugurado o Projeto de Residências Artísticas (P.A.R.), recebendo três jovens artistas de Montevidéu para uma imersão na programação do festival. Em contrapartida, a fim de estreitar os vínculos com o público e os artistas locais, as residentes apresentarão o trabalho “Ud. preguntará por qué bailamos”, seguido de uma conversa com Rosa Hercoles. Completando a iniciativa, as oficinas de criação desta edição, destinadas à partilha dos procedimentos e as questões que orientam as práticas dos artistas convidados, serão conduzidas por Salamon, Izeddiou, Moura e Dinther.

Com estas ações, o Festival Contemporâneo de Dança quer aproximar o público à diversidade de propostas artísticas desenvolvidas nos últimos anos no âmbito nacional e internacional, apostando no diálogo e na produção de conhecimento compartilhado. Assim, priorizando os interesses, as necessidades, as falas e os formatos de exposição escolhidos pelos artistas convidados e disponibilizando informações sobre seus processos artísticos, procuramos refletir juntos sobre os rumos e os desafios da dança contemporânea.

Em 2008, o Festival recebeu o prêmio APCA (Associação Paulista dos Críticos de Arte) para produção, difusão e formação em dança.

A quarta edição do festival será realizada no Centro de Dança Umberto da Silva, na Galeria Olido, e no teatro do Centro Cultural Banco do Brasil. Todas as atividades do festival são gratuitas.

O festival tem o apoio do Centro Cultural Banco do Brasil, Caixa Cultural, da Secretaria Municipal de Cultura, da Secretaria de Estado da Cultura, do Centro Cultural da Espanha, do Consulado Geral da Holanda, do Instituto Goethe e do jornal Folha de São Paulo.

http://festivalcontemporaneodedanca.com/

Fonte: Festival Contemporâneo de Dança

Mostra em São Paulo reúne shows e palestras de grandes nomes da MPB

Grandes nomes da música brasileira, como Guinga, Arrigo Barnabé, Toninho Horta e Edu Ribeiro estão entre os palestrantes e artistas convidados da Mostra Tom Jobim da Escola de Música do Estado de São Paulo – EMESP.

A mostra ocorre durante um mês: começa nesta terça-feira (1º/11) e será encerrada no dia 1º de dezembro.

O evento vai reunir atividades em cinco locais da cidade: o Teatro FECAP, o Auditório Ibirapuera, o Memorial da América Latina, o Teatro da Vila e a EMESP Tom Jobim.

A mostra começa com o Simpósio de Criação na Música Popular, ministrado pelo violonista e compositor carioca Guinga. Para conferir a programação completa do evento, clique aqui. Ingressos a R$ 20, com meia-entrada a R$ 10.

Fonte: Vírgula

Negócio em Dança – palestras em SP

Para mais informações, acesse http://www.shivanataraj.com.br

MinC realiza seminário sobre Economia Criativa como estratégia de desenvolvimento sustentável

O Ministério da Cultura, por intermédio da Coordenação-Geral de Gestão de Pessoas, da Diretoria de Gestão Interna, realizará, no dia 28, no Teatro de Fundação Universa (SGAN/609, módulo A), o Seminário de Economia Criativa: uma estratégia de desenvolvimento econômico-sociocultural sustentável. O evento, que contará com a participação da ministra Ana de Hollanda, é dirigido aos servidores do MinC e convidados do setor de cultura e da área acadêmica e tem por finalidade enriquecer o debate sobre o papel do setor cultural no projeto de desenvolvimento econômico-sociocultural sustentável do Brasil.

Dentre os palestrantes estão as secretárias Marta Porto, da Secretaria de Cidadania Cultural, e Cláudia Leitão, da Secretaria de Identidade e da Diversidade Cultural, além de professores da Universidade de Brasília como mediadores, e  professores das Universidades Federal da Bahia e Estadual/PUC de Minas Gerais como debatedores.

Constam ainda da programação a entrega dos certificados aos 24 alunos/servidores que concluíram a segunda turma do curso de Especialização em Gestão de Políticas Públicas de Cultura, em parceria com a Universidade de Brasília (UnB); e o lançamento do livro Coletânea de Políticas Públicas de Cultura: práticas e reflexões, com as sete melhores monografias da primeira turma do curso com sessão de autógrafos dos autores/servidores.

Esta coletânea pretende tornar disponível à academia, aos estudiosos do setor cultural e ao público em geral, a primeira produção científica de servidores que atuam no MinC e suas entidades vinculadas, permitindo ao leitor uma análise sistemática dos problemas, por meio da identificação de suas causas e do estabelecimento de soluções inovadoras na gestão de suas políticas públicas.

Os interessados deverão encaminhar os formulários de Solicitação de Capacitação e Desenvolvimento e Termo de Compromisso para a Coordenação de Desenvolvimento de Pessoas no SCS, Qd. 09, Ed. Parque Cidade, Torre B,7º andar.
Mais informações pelo e-mail desenvolvimento.pessoas@cultura.gov.br, ou pelo telefone (61) 20242749.

(Texto: Nemésia Antunes, Ascom/MinC)

Palestra na Pinacoteca sobre bienais

Palestra explica financiamentos culturais da União Europeia

No próximo dia 17/5, a FGV promove a palestra “Mecanismos de Financiamento para Negócios Criativos”, com Jorge Cerveira Pinto, da Agência Inova, de Portugal.

A União Europeia é um dos principais atores mundiais no apoio ao desenvolvimento do setor cultural, artístico e criativo.

Esses apoios normalmente acontecem por meio de licitações, com procedimentos bem definidos e tendo como base a formação de parcerias e consórcios envolvendo instituições de diversos países. O domínio desses mecanismos e procedimentos é, portanto, fundamental para ter sucesso na obtenção de financiamentos.

Os objetivos da palestra são: dotas os participantes com uma visão genérica sobre o funcionamento da União Europeia; apresentar a dimensão cultural e artística na UE; apresentar as formas e mecanismos de participação e financiamento de projetos culturais, artísticos e criativos para países emergentes.

A palestra acontece às 11h, na FGV-EAESP (Rua Itapeva, 432).

Fonte: Cultura e Mercado

Professor de Sorbonne faz palestra gratuita sobre “Século XVIII e a Literatura Libertina”

Acontece dia 17 de maio, no campus de Letras da Universidade Federal de São Paulo, a palestra “O Século XVIII e a Literatura Libertina”, com um dos principais professores da universidade francesa Sorbonne, Michel Delon.

Especializado em Iluminismo, particularmente o da história das idéias e da literatura libertina. Ele é autor de vários livros sobre essa época e editor de obras de Sade, bem como contos e romances de Diderot na Bibliothèque de la Pléiade.

Serviço
O Que:        Século XVIII e a Literatura Libertina
Quando:     Ter 17/05 das 14:00 às 16:00
Onde:         UNIFESP (campus Guarulhos)
Estrada do Caminho Velho, 333 – Bairro dos Pimentas – Guarulhos

Fonte: Catraca Livre

SP: Abertas as inscrições do XV Congresso Brasileiro de Folclore – até 20/05 e 30/06

Estão abertas as inscrições para o XV Congresso Brasileiro de Folclore, realizado pela Comissões Nacional e Paulista de Folclore, com a produção da Abaçaí Cultura e Arte e apoio do Governo do Estado de São Paulo. O evento, que acontecerá entre os dias 11 e 15 de Julho no município de São José dos Campos, interior de São Paulo, reunirá 100 pesquisadores de todos os Estados para palestras, oficinas, vivências e apresentação de manifestações folclóricas diversas como dança, música, artes plásticas e literatura.

Com o tema História e Folclore: caminhos que se entrecruzam, e através de abordagens transdisciplinares, o XV Congresso visa a atualização, diversificação e entrecruzamento de estudos recentes com pesquisadores contemporâneos que investigam as peculiaridades atuais das culturas populares/tradicionais e o reconhecimento e a valorização da diversidade cultural, dos âmbitos da educação e de diversos segmentos das políticas públicas governamentais.

O Congresso contribuirá para o desenvolvimento de pesquisadores e estudiosos da cultura popular/tradicional e áreas afins, bem como outros produtores culturais, por meio do conhecimento, divulgação e discussão sobre os estudos de manifestações populares/tradicionais, suas diversas metodologias e áreas de pesquisa e ampliando e favorecendo a discussão dos novos paradigmas que norteiam o saber popular.

A partir do tema central do XV Congresso Brasileiro de Folclore, os eixos temáticos abordam Religiosidade; As políticas públicas; Patrimônio Imaterial da Cultura; Mesa Brasileira Tradicional; Cultura Popular e Turismo, Folguedos Populares; A música nossa em todos os sons; Literaturas; Arte e artesanato; Medicina popular.

Informações e programação completa sobre a composição das mesas e o curso de atualização para professores, estão disponíveis no site xvcongressodefolcloresp.org

Serviços:
XV Congresso de Brasileiro de Folclore
De 11 a 15 de Julho de 2011
São José dos Campos – São Paulo

Inscrições:
Até 20 de maio de 2011 (para participantes com trabalhos)
Até 30 de junho de 2011 (para participantes sem trabalhos)
E-mail: inscricao@xvcongressodefolcloresp.com

Valor:
R$ 50,00

Contatos
Imprensa: Diego Dionísio – 11 33122900 /11 96888412 imprensa@xvcongressodefolcloresp.com

Fonte: Blog Editais Culturais

Palestra abordará direito autoral em mídias digitais

No dia 6 de abril, o Centro de Memória Bunge promove sua primeira Jornada Cultural de 2011, das 9h às 17h, no Itaú Cultural. O tema abordado será o Direito Autoral em Mídias Digitais, com palestra da advogada Patrícia Peck Pinheiro.

A palestra abordará a discussão nas empresas sobre a produção de conteúdo por meio de equipes integradas, práticas de violação de autor, necessidade de definição de políticas adequada aos direitos autorais – envolvendo novas situações trazidas pela colaboração em massa -, além de tendências sobre segurança da informação, privacidade, proteção de imagem em redes sociais, estudo de casos e recomendações de melhores práticas para mitigar riscos.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas no site da Fundação Bunge.

Fonte: Cultura e Mercado

Entradas Mais Antigas Anteriores

Blog Stats

  • 167.397 hits