Form Laboratory: Projeto itinerante chega a São Paulo para discutir diversidade cultural da maior cidade do Brasil

por Luty Vasconcelos

Esculturas abstratas carregam a cultura de grandes metrópoles

Será que é possível identificar a cultura de uma grande cidade a partir de formas abstratas? O mar de objetos descartados como lixo nas cidades se transforma em arte nas mãos do artista norte-americano Les Joynes através do projeto Form Laboratory, que entra em exposição pela primeira vez no Brasil de 04 a 27 de agosto, no MuBE.

Criado em 2007 pelo artista plástico e escultor californiano, o projeto já passou por Nova York, Berlim, Cingapura, Tóquio e Limousin, na França e agora é a vez de São Paulo. Segundo ele, a ideia é “criar um museu dentro do museu”, a partir do que seria um sítio arqueológico da própria cidade em que passa. E assim, Joynes busca redefinir os conceitos tradicionais dos museus tornando um evento contínuo baseado em processos no qual o público observa desde o artista montando a coleção dos artefatos até seu posicionamento na exposição.

Formas abstratas criadas com objetos selecionados em diversas cidades do mundo para identificar a realidade do lugar. Os itens coletados são categorizados, combinados, transformados em esculturas e incorporados a uma instalação, que pretende identificar a cidade onde ela habita. Com essa proposta, o Form Laboratory também busca redefinir os conceitos tradicionais dos museus, tornando-se uma estrutura contínua nômade em outros países da Ásia, União Européia e América do Sul.

Para o artista, a capital paulista possui um rico celeiro de possibilidades para a mostra, por ser a cidade socialmente mais diversa do Brasil com etnias diversas como japoneses, imigrantes europes, afro brasileiros, chineses, entre outros, além de contabilizar em seu cotidiano o culto de sete religiões e as relações humanas faladas em doze línguas, encapsulando uma forte hibridização.

Formas originais, desde a concepção do até o resultado das instalações. A proposta do Form Laboratory vai além da estética, buscando reflexes sobre as sociedades existentes nas grandes metrópoles.

Clique na imagem para ver a galeria completa com as imagens do projeto Form Laboratory

Fonte: Colherada Cultural

Rock in Rio lança projeto de sustentabilidade

O Rock in Rio vai ganhar a certificação 100R, um selo concedido a empresas e organizações que se destacam por suas preocupações ambientais. A notícia foi anunciada na tarde dessa segunda-feira (29), durante o lançamento do Plano de Sustentabilidade do festival.

O projeto pretende garantir que 100% dos resíduos gerados antes, durante e após o Rock in Rio tenham destinação final adequada, conforme apresentou a vice-presidente do festival, Roberta Medina, no Solar Real, em Santa Teresa, no Rio de Janeiro.

Roberta recebeu o diretor geral da Sociedade Ponto Verde, Luis Martins, a presidente da Comlurb, Angela Fonti, e representantes da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, além de empresários para juntos apresentarem as medidas que serão adotadas.

“Desde o início desse projeto, nossa preocupação não é só promover a Cidade Maravilhosa, provar que essa cidade também é apta aos grandes eventos,mas que o Rock In Rio visa as causas socioambientais”, disse Medina.

O Rock in Rio acontecerá nos dias 23, 24, 25 e 29, 30 de setembro e 1 e 2 de outubro deste ano, no Parque Olímpico Cidade do Rock, na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro.

Fonte: Último Segundo

Concurso de filmes sobre temas ambientais recebe inscrições

O concurso audiovisual “Nosso Futuro Comum”, que premiará produções audiovisuais em qualquer mídia ou formato sobre temas ambientais, recebe inscrições até 30 de julho.

Podem ser enviados vídeos de até um minuto de duração, que abordem os eixos temáticos Êxodos, Consumo, Clima ou Energia. A participação é aberta a universitários do Rio de Janeiro e São Paulo matriculados nos cursos de Comunicação Social, Design, Cinema e Artes Visuais.

Além da inclusão no site do concurso por tempo indeterminado, os trabalhos vencedores farão parte da mostra multimídia “Meu Meio”, que passará por São Paulo, em agosto, e pelo Rio de Janeiro no mês de novembro. A mostra, com curadoria de Marcelo Dantas, documentarista premiado na Bienal do Cinema de Arte do Centro Georges Pompidou de Paris e no Festival de Cinema e TV de Nova Iorque, reunirá ao lado dos vídeos escolhidos filmes de seis artistas consagrados nas artes visuais.

Estão confirmadas as produções do escultor Ângelo Venosa, “Ghaabah”, com o tema “Florestas” e do ensaísta audiovisual Carlos Nader, premiado em centros culturais de mais de 20 países, que abordará os efeitos da degradação ambiental no corpo humano no vídeo “Paraíso Artificial”. Também participarão as parcerias Leandro Lima & Gisela Motta e Maurício Dias & Walter Riedweg, a primeira com o vídeo ´”Água”, sobre as relações simbólicas e o caráter vital para a sobrevivência que possui o mineral e a segunda com “A Cidade Fora Dela”, sobre a essência da alma urbana e o olhar das câmeras sobre a cidade no eixo temático “Cidades”.

As produções enviadas por universitários que melhor representarem as categorias escolhidas, serão selecionadas por um júri formado por representantes das instituições que promovem o evento e especialistas convidados. A obra pode ser individual ou coletiva, mas é imprescindível que seja original.

“Nosso Futuro Comum” é uma iniciativa da XBrasil Comunicação por Causas, em parceria com o Centro de Informações das Nações Unidas no Brasil (UNIC Rio) e a Agência Espanhola de Cooperação Internacional para o Desenvolvimento (AECID), através do Centro Cultural de Espanha de São Paulo.

Mais informações e inscrições no site www.marcouniversal.com.br.

Fonte: Cultura e Mercado

Frans Krajcberg retrata a destruição das florestas

A mostra “Krajcberg, o Homem e a Natureza no Ano Internacional das Florestas” reúne, no Museu Afro Brasil entre 8/7 a 6/11, 31 obras do artista polonês Frans Krajcberg.

Relevos, esculturas e fotografias foram realizadas com sobras das florestas queimadas recolhidas pelo próprio artista e ativista ambiental.

“São o que resulta das atrocidades praticadas contra a natureza do Brasil”, diz o curador da mostra, Emanoel Araujo.


Fonte: Folha de S. Paulo

Exposição Sementes da Mudança

Conferência Pré C-40 Cities Eco-Liderança por meio de Instituições Culturais

O Centro Cultural São Paulo abrigará a conferência Pré C-40 cities – Eco-liderança por meio de instituições culturais e reunirá um grupo de representantes de grandes cidades do mundo comprometidas em combater as mudanças climáticas. O objetivo deste encontro é gerar mudança de comportamento e conscientização meio ambiental por meio da cultura.

Ana Paula Laborinho (Presidente da EUNIC/União Européia)
Ana Dip (Diretora Somos um só/Brasil)
Carlos Augusto Calil (Secretário Municipal de Cultura/São Paulo)
Denis Russo (Jornalista da Revista Veja)
Felipe Chaimovich (Curador do MAM, São Paulo)
Hernani Dias (Fundador do re:farm the city/Espanha)
Janek Muller (Curador do Über Lebenskunst Festival/Alemanha)
Justine Simons (Coordenadora de Cultura da Grande Londres/UK)
Lala Deheinzelin (Diretora Crie Futuros e Enthusiasmo/Brasil)
Mark Watts (diretor Arup/Global)
Marta Porto (Secretária da Cidadania Cultural do MinC/Brasil)
Paulina Chamorro (Rádio Eldorado)
Philip Vencken (Diretor da ARTE, Architectural Research of the Total Environment/Holanda)
Ricardo Resende (Diretor do Centro Cultural São Paulo/Brasil)
Wellington Nogueira (Fundador do Doutores da Alegria/Brasil)
Olaf Gerlach-Hansen (Diretor de CultureFutures/Dinamarca)
30 de maio de 2011
onde: Sala Jardel Filho – das 8h45 às 17h30
Centro Cultural São Paulo – Rua Vergueiro, 1000 – Paraíso

Confirme sua presença: culturefuturesccsp@gmail.com

Consulte a programação: www.centrocultural.sp.gov.br

Informações sobre oficinas e workshops:
Centro Cultural de Espanha em São Paulo ou Instituto Goethe

Virada Sustentável tem meditação e passeio noturno com lanternas

Você sabe o que é sustentabilidade? Essa e outras perguntas sobre a ecologia e o meio ambiente serão respondidas com muitas brincadeiras durante a Virada Sustentável, evento que acontece nos dias 4 e 5 de junho.

Mais de 300 atividades culturais e educativas serão realizadas em 60 espaços e parques espalhados pela cidade de São Paulo. Enquanto os pais participam de atividades de meditação, exibição de filmes e exposições, os filhos aproveitam peças de teatro, oficinas e shows.

Uma das propostas da Virada é a “Maratona História Aberta”, em que diversas historinhas sobre como viver nas cidades serão contadas. Também há o passeio “Enxergando o ar através das árvores”, uma caminhada educativa para mostrar os efeitos da poluição nos parques de São Paulo.

Para a programação completa e endereços participantes, entre no site www.viradasustentavel.com.

PARA CONFERIR
Virada Sustentável
Quando: 4 e 5 de junho
Onde: Parque do Ibirapuera e outros espaços
Quanto: Grátis

Programação infantil

Parque do Ibirapuera

Sábado (4)

8h50, 9h40 e 10h20 – Jogo Teatral: Aventuras e Brincadeiras (no parquinho)
18h30 – Passeio noturno com lanternas (saída na recepção do MAM)

Domingo (5)

10h às 20h – Teatro: Maratona História Aberta – Kiara Terra (no parquinho)
14h e 16h – Oficina: Enxergando o ar através das árvores
15h – Atividade: Família do Universo – Especial Virada Sustentável (em frente ao Planetário)
13h, 14h e 15h – Narração de Histórias (no parquinho)

Parque Villa-Lobos

Sábado (4)

Espaço interativo: Villa Ambiental (a direita da entrada principal)

Sábado (4) e domingo (5)

9h, 10h30, 13h30 e 15h – Vivência lúdica: Na Pista Certa (ilha musical)

Parque Santo Dias
Domingo (5)

14h -Teatro de fantoches: Água e o Futuro das Crianças

Parque da Água Branca

Domingo (5)

11h – Show “Espantaxim e os Guardiões da Natureza”, com Dulce Auriemo (Espaço Cultural Tattersal)

Biblioteca São Paulo

Sábado (4)

13h – Contação de Histórias com Willian Germano (piso térreo)
14h – Oficina: Brinquedos feitos de material reciclável (piso térreo)
16h – Contação de Histórias com Tríade Teatral (piso térreo)
17h – Cinema: filme “Cocoricó – Sabendo usar não vai faltar”

Sábado (4) e domingo (5)

9h às 19h – Oficina de reciclagem: Ateliê da Alegria (tenda)

Domingo (5)

11h – Debates e exibição de filme sobre a água (auditório)
14h – Contação de Histórias com Carlos Sereno (piso térreo)
15h e 17h – Cinema: filme “Cocoricó – Sabendo usar não vai faltar”
16h – Contação de Histórias com Miriam Menezes (piso térreo)

Praça Victor Civita

Sábado (4)

16h – Teatro: “Tiquequê”

Domingo (5)

16h – Teatro: “Pão com Ovo”
17h – Contação de histórias

Casa das Rosas

Domingo (5)

10h – Oficina: Brinquedos populares a partir de materiais recicláveis
13h – Feira de troca de livros infantis, gibis e brinquedos

Shopping Iguatemi Alphaville

Sábado (4)

14h Oficina: Construção de fantoches a partir de materiais recicláveis

Morumbi Shopping e Shopping Anália Franco
Sábado (4)

15h – Contação de história e oficina de brinquedos

Shopping Pátio Higienópolis, Center Norte e Shopping Ibirapuera
Domingo (5)

15h – Contação de história

Fonte: Folha de S. Paulo

Conferência aborda conscientização ambiental por meio da cultura

No dia 30 de maio, o Centro Cultural São Paulo recebe um evento especial. A conferência “Culture|Futures: Transições para uma Era Ecológica” tem como objetivo gerar uma mudanca de comportamento e conscientização meio-ambiental através da cultura, estimulando a transição para um viver ecológico.

Culture|Futures é uma rede de colaboração internacional transdisciplinar, concebida pelo Instituto Cultural da Dinamarca e pelo Arup na Cúpula Climática das Nações Unidas, em 2008, composta por organizações culturais de 27 países e 5 continentes, que concordaram em buscar maneiras de trabalhar juntos nos temas da mudança climática, da biocapacidade limitada do planeta e de como melhorar as condições para o desenvolvimento humano.

A programacao C|F em São Paulo está motivada pela realizaçãodo C40 Summit, encontro do grupo dos dirigentes das 40 maiores cidades do mundo pela criação de projetos e políticas públicas contra as mudanças climáticas, que acontece na cidade de 31 de maio a 2 de junho. Trata-se de um evento fechado para os prefeitos e autoridades políticas.

O Culture|Futures esteve presente na última reunião do C40 Summit, realizada em novembro de 2010, em Hong Kong. Na ocasiao, organizou, em cooperação com o presidente do Grupo das Grandes Cidades pelo Combate às Mudanças Climáticas, que era tambem o prefeito de Toronto, uma oficina chamada “Construindo um Programa Cultural Verde nas Cidades”. Participaram da oficina diversas cidades do C40, em continentes diferentes, e o resultado foi a recomendação de levar a cooperação adiante. São Paulo será, portanto, a primeira atividade de continuidade do projeto, já que também irá receber a Cúpula do C40.

Parceiros – Culture|Futures foi organizado como uma co-operação de uma gama de grandes organizações culturais, incluindo:
– Institutos Nacionais de Cultura da União Europeia (EUNIC), abrangendo mais de 1.000 organismos que promovem a cooperação intercultural em todas as partes do mundo, entre eles, o British Council, o Goethe-Institut e o Centro Cultural da Dinamarca;
– Federação Internacional para os Comitês de Arte e Agências Culturais (IFCCA), que representa grupos de apoio públicos e privados para as artes e a cultura em mais de 70 paises;
– Fundação Ásia-Europa (ASEF), que representa os governos da União Europeia e 16 Estados da Ásia, e é a única instituição do sistema Ásia-Europa (ASEM) de colaboração;
– Arup, que está entre as maiores consultorias privadas do mundo e é líder no desenvolvimento sustentável integrado;
– Fundação Cultural Europeia, que colabora com as mais importantes iniciativas culturais estratégicas, apresentadores de Artes Performáticas (EUA) e diversas outras;
– UNESCO, a Comissão Europeia e o Conselho da Europa.

O Centro Cultural da Espanha em São Paulo e o Centro Cultural São Paulo se incorporaram à Rede no início de 2011 e, mais recentemente, a Embaixada da Holanda entrou para o grupo.

Formato – A programacao C|F em São Paulo terá, como atividade principal, uma conferência com personalidades culturais, políticas e especialistas, nacionais e internacionais, no dia 30 de maio no Centro Cultural Sao Paulo.

Além disso, serão realizadas, por convidados internacionais da Alemanha e Espanha, duas oficinas com o objetivo de troca de experiências sobre sustentabilidade, além de reflexão sobre as práticas nos seus países. As atividades são destinadas principalmente a gestores, produtores e representantes de instituições culturais, artistas, ativistas, acadêmicos e líderes políticos.

Planos Futuros – Culture|Futures tem o intuito de, nos próximos 3 anos, construir pontes, redes e promover projetos de expressão cultural em cidades e regiões ao redor do mundo. O intuito é de que os atores culturais ajudem a acelerar mudancas comportamentais e estruturais na transição para uma Era Ecológica.

As ações nos próximos 3 anos consistem em oficinas, conferências e outras ferramentas que estimulem redes, colaboração, compartilhamento de boas práticas e um meio ambiente permissivo.

Clique aqui para conferir a programação completa do evento do dia 30/5.

Fonte: Cultura e Mercado

Blog Stats

  • 167.397 hits