Exposição de Elis Regina chega a SP com fotos, vídeos e figurinos

A exposição com fotos e vídeos de Elis Regina chega ao Centro Cultural São Paulo (centro da cidade) em 14 de abril.

A mostra faz parte do projeto chamado “Nivea Viva Elis”, idealizado por João Marcelo Bôscoli, filho da cantora, e que também conta com uma série de apresentações especiais de Maria Rita.

Na exposição, os visitantes poderão ver mais de 200 fotos de Elis, além de entrevistas, ingressos, pôsteres de shows, vídeos de apresentações ao vivo, especiais de televisão, réplica de figurinos, revistas e jornais da época, e depoimentos de artistas que trabalharam com a intérprete.

A mostra fica em São Paulo, com entrada gratuita, até 20 de maio, e depois segue para Porto Alegre (10 de junho a 15 de julho), Recife (5 de agosto a 25 de setembro), Rio de Janeiro (10 de outubro a 11 de novembro) e Belo Horizonte (27 de novembro a 6 de janeiro de 2013).

CCSP – r. Vergueiro, 1.000, Liberdade, centro, São Paulo, SP. Abertura: 14/4. Término: 20/5. Ter. a sex.: 10h às 19h30. Sáb., dom. e feriados: 10h às 17h30. Tel.: 0/xx/11/3397-4002. Grátis.

Fonte: Guia Folha

CCSP recebe inscrições para programa de exposições

O Centro Cultural São Paulo (CCSP) recebe até o dia 14 de janeiro inscrições para seu Programa de Exposições 2012. Serão selecionados até 12 artistas brasileiros ou estrangeiros residentes no Brasil, privilegiando o debate sobre a arte contemporânea e a produção de jovens artistas.

Os selecionados serão divididos em grupos para a realização de exposições individuais simultâneas, no decorrer do ano de 2012, no Piso Caio Graco. Ao final das mostras, o CCSP concederá quatro prêmios aquisitivos, cujas obras adquiridas serão incorporadas ao acervo da Coleção de Arte da Cidade.

Os portifólios e pré-projetos de exposição serão examinados e selecionados por uma comissão designada e presidida pelo Diretor do CCSP, composta por
três profissionais da área de artes visuais e por dois membros da Curadoria de Artes Visuais.

O resultado será publicado no dia 13 de fevereiro de 2012. A ficha de inscrição e informações gerais sobre o edital estão disponíveis no site do CCSP.

*Com informações da Folha Online

Fonte: Cultura e Mercado

CCSP abre festival de cinema turco com ingresso a R$ 1

Com a colaboração do Consulado da Turquia, o Centro Cultural São Paulo promove a partir de amanhã o Festival de Cinema Turco. Durante a mostra, que vai até o dia 18, serão apresentados 12 longas-metragens, incluindo produções inéditas e clássicos daquele país, feitos nas décadas de 1970 e 1980. As obras serão exibidas em película ou DVD. A entrada para a sessão custa apenas R$ 1.

Entre os destaques da programação está “A Garota do Lenço Vermelho”, produção de 1978, considerada um dos clássicos do cinema turco. Com direção de Atif Yilmaz, o filme conta a história de uma garota do interior que se apaixona por um caminhoneiro. O longa, que foi inspirado no livro do autor soviético Cengiz Aytmatoy, terá exibições amanhã e no dia 16 (terça-feira), às 16h.

Outra obra que merece atenção é “Um Doce Olhar” (2010). Premiado com o Urso de Ouro (melhor filme) no Festival de Berlim do ano passado, o filme marca a última parte da trilogia do cineasta turco Semih Kapanoglu. Ainda assim, pode ser visto separadamente sem prejudicar a compreensão do espectador. Com um olhar poético, o longa mostra a rotina de um menino de 6 anos que vive numa região montanhosa. As informações são do Jornal da Tarde.

Festival de Cinema Turco – Centro Cultural São Paulo (Rua Vergueiro, 1.000). Tel. (011) 3397-4002. Abertura amanhã. Até 18/8. Ingresso: R$ 1 (por sessão). 12 anos.

Fonte: O Estado de S. Paulo

História de músicas censuradas é narrada e cantada no CCBB

por Thábata Mondoni

Durante todas as terças-feiras do mês de junho, o Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) de São Paulo, apresentará shows do projeto “Cale-se – a censura musical”, com músicas que foram censuradas no período da Ditadura Militar. Os shows acontecem nos dias 7, 14, 21 e 28, resgatando canções que foram modificadas e até mesmo proibidas na época de maior cerceamento da liberdade de expressão na história do Brasil.

Marcus Fernando, produtor e idealizador do projeto, diz que a ideia surgiu após se dar conta que já tinham feito sites, publicações e diversas outras coisas, menos um show sobre o assunto.

Entre as canções, uma narrativa feita por Marcus permite que o público conheça os verdadeiros motivos de censura de cada letra, fazendo do espetáculo uma história narrada e cantada. Nesta terça-feira, 7, acontece a primeira apresentação e musicas “O mestre sala do mares”, de João Bosco, que foi censurada e “Um grito parado no ar”, de Toquinho, que teve permissão apenas para gravar o refrão, serão tocadas na íntegra, exatamente como foram escritas por seus autores antes da censura.

Segundo Fernando, o objetivo do evento é trazer uma reflexão sobre esse período, lembrar das dificuldades enfrentadas na época. “Hoje todos têm liberdade para falar o que quiser, por isso muitos se esquecem do que aconteceu no passado, até mesmo as pessoas que vivenciaram. É importante relembrar os motivos que levaram a censura, que inibia qualquer manifestação contrária ao governo. Na época, qualquer coisa poderia surgir como mensagem subjetiva”.

Em cada dia um casal de interpretes, acompanhados de uma banda base, apresentarão as músicas. Fátima Guedes e Zé Luiz Mazziotti, Verônica Ferriani e Zé Renato, Inez Viana e Alfredo Del-Penho, Silvia Machete e Eduardo Dussek, cada dupla com o seu estilo musical.

PROGRAMAÇÃO

07/06 – A MPB CALADA – parte 1
Fatima Guedes e Zé Luiz Mazziotti
Músicas de Chico Buarque, Gilberto Gil, Caetano Veloso, João Bosco, Djavan, Toquinho, entre outros.

14/06 – A MPB CALADA – parte 2
Verônica Ferriani e Zé Renato
Músicas de Gonzaguinha, Taiguara,  Sérgio Ricardo, Geraldo Vandré, Belchior, Ednardo, entre outros.

21/06 – CENSURANDO O POPULAR
Inez Viana e Alfredo Del-Penho
Músicas de Odair José, Fernando Mendes, Waldick Soriano, Luiz Ayrão, Benito Di Paula, entre outros.

28/06 – O POP ROCK PROIBIDO
Silvia Machete e Eduardo Dussek
Músicas de Rita Lee, Cazuza, Raul Seixas, Leo Jaime, Pepeu Gomes, Evandro Mesquita, entre outros

SERVIÇO
Local: Centro Cultural Banco do Brasil
Endereço: Rua Álvares Penteado, 112 – Centro – São Paulo (próximo às estações Sé e São Bento do Metrô).
Informações: (11) 3113-3651 / 3113-3652.
Entrada: R$ 6,00 e R$ 3,00 (meia-entrada).

Fonte: CMais

Instrumental Sanfonias leva choro e tradição nordestina para o CCSP

A “Quinta na Faixa” leva para o Centro Cultural São Paulo (CCSP) o grupo Instrumental Sanfonias, que alia a sonoridade nordestina ao chorinho. A apresentação acontece dia 2 de junho, às 11h, com a entrada gratuita.

A união da tradição nordestina ao estilo urbano do chorinho, o quarteto apresenta um repertório que reúne Waldir Azevedo, Pixinguinha, Ernesto Nazareth, Zequinha de Abreu e outros.

A banda foge à formação tradicional das antigas rodas de choro, dando destaque especial à sanfona acompanhada de cavaquinho, violão e percussão. Os arranjos próprios do grupo, misturando música latino-americana, dão um toque inusitado à música popular brasileira.

Fonte: Catraca Livre

Conferência aborda conscientização ambiental por meio da cultura

No dia 30 de maio, o Centro Cultural São Paulo recebe um evento especial. A conferência “Culture|Futures: Transições para uma Era Ecológica” tem como objetivo gerar uma mudanca de comportamento e conscientização meio-ambiental através da cultura, estimulando a transição para um viver ecológico.

Culture|Futures é uma rede de colaboração internacional transdisciplinar, concebida pelo Instituto Cultural da Dinamarca e pelo Arup na Cúpula Climática das Nações Unidas, em 2008, composta por organizações culturais de 27 países e 5 continentes, que concordaram em buscar maneiras de trabalhar juntos nos temas da mudança climática, da biocapacidade limitada do planeta e de como melhorar as condições para o desenvolvimento humano.

A programacao C|F em São Paulo está motivada pela realizaçãodo C40 Summit, encontro do grupo dos dirigentes das 40 maiores cidades do mundo pela criação de projetos e políticas públicas contra as mudanças climáticas, que acontece na cidade de 31 de maio a 2 de junho. Trata-se de um evento fechado para os prefeitos e autoridades políticas.

O Culture|Futures esteve presente na última reunião do C40 Summit, realizada em novembro de 2010, em Hong Kong. Na ocasiao, organizou, em cooperação com o presidente do Grupo das Grandes Cidades pelo Combate às Mudanças Climáticas, que era tambem o prefeito de Toronto, uma oficina chamada “Construindo um Programa Cultural Verde nas Cidades”. Participaram da oficina diversas cidades do C40, em continentes diferentes, e o resultado foi a recomendação de levar a cooperação adiante. São Paulo será, portanto, a primeira atividade de continuidade do projeto, já que também irá receber a Cúpula do C40.

Parceiros – Culture|Futures foi organizado como uma co-operação de uma gama de grandes organizações culturais, incluindo:
– Institutos Nacionais de Cultura da União Europeia (EUNIC), abrangendo mais de 1.000 organismos que promovem a cooperação intercultural em todas as partes do mundo, entre eles, o British Council, o Goethe-Institut e o Centro Cultural da Dinamarca;
– Federação Internacional para os Comitês de Arte e Agências Culturais (IFCCA), que representa grupos de apoio públicos e privados para as artes e a cultura em mais de 70 paises;
– Fundação Ásia-Europa (ASEF), que representa os governos da União Europeia e 16 Estados da Ásia, e é a única instituição do sistema Ásia-Europa (ASEM) de colaboração;
– Arup, que está entre as maiores consultorias privadas do mundo e é líder no desenvolvimento sustentável integrado;
– Fundação Cultural Europeia, que colabora com as mais importantes iniciativas culturais estratégicas, apresentadores de Artes Performáticas (EUA) e diversas outras;
– UNESCO, a Comissão Europeia e o Conselho da Europa.

O Centro Cultural da Espanha em São Paulo e o Centro Cultural São Paulo se incorporaram à Rede no início de 2011 e, mais recentemente, a Embaixada da Holanda entrou para o grupo.

Formato – A programacao C|F em São Paulo terá, como atividade principal, uma conferência com personalidades culturais, políticas e especialistas, nacionais e internacionais, no dia 30 de maio no Centro Cultural Sao Paulo.

Além disso, serão realizadas, por convidados internacionais da Alemanha e Espanha, duas oficinas com o objetivo de troca de experiências sobre sustentabilidade, além de reflexão sobre as práticas nos seus países. As atividades são destinadas principalmente a gestores, produtores e representantes de instituições culturais, artistas, ativistas, acadêmicos e líderes políticos.

Planos Futuros – Culture|Futures tem o intuito de, nos próximos 3 anos, construir pontes, redes e promover projetos de expressão cultural em cidades e regiões ao redor do mundo. O intuito é de que os atores culturais ajudem a acelerar mudancas comportamentais e estruturais na transição para uma Era Ecológica.

As ações nos próximos 3 anos consistem em oficinas, conferências e outras ferramentas que estimulem redes, colaboração, compartilhamento de boas práticas e um meio ambiente permissivo.

Clique aqui para conferir a programação completa do evento do dia 30/5.

Fonte: Cultura e Mercado

Semanas de Dança reúne mais de cem espetáculos no CCSP

Começa nesta quinta-feira (5), no Centro Cultural São Paulo, o Semanas de Dança – Públicos, evento que reúne 23 companhias em mais de cem apresentações gratuitas durante oito semanas.

Também há espetáculos infantis, intervenções, debates, encontros e oficinas. Os dias e horários desses eventos está no site do CCSP.

Entre os destaques, está o bailarino português António Pedro Lopes, que, em colaboração com o carioca Gustavo Ciriaco, encena “Drifting / Em Deriva”. Também há a estreia de “Kodak”, de Neto Machado, espetáculo solo inspirado na obra do diretor britânico James Stuart Blackton (1875-1941). A Cia. Fragmento de Dança apresenta “Ecos” e Zélia Monteiro, “6 Estudos para Flutuar”.

Além disso, há coreografias em espaços alternativos, como é o caso de “Um Solo de Muitos Caminhos”, da Cia. Projeto Clarabóia, na praça das Bibliotecas, e “Canto Curioso”, de Marina Salgado, no piso Flávio de Carvalho.

Confira a programação completa dos espetáculos:

5 a 8/5 – “Área reescrita” (2010), com a J. Gar. Cia. Dança Contemporânea
O espetáculo é inspirado nas experiência do grupo em perfomances e intervenções de rua. A coreografia discute o conceito de espaço e explora o palco como se fosse um lugar de trânsito constante.

Espaço Cênico Ademar Guerra. 180 lugares. Qui. a dom.: 20h. 70min. 18 anos.

5 a 8/5 – “Benjamin Taubkin e Morena Nascimento – um Diálogo entre Dança e Música” (2010), de Benjamim Taubkin e Morena Nascimento
Os dois artistas mesclam música e dança e dialogam as vivências pessoais e experiências criativas na vida de cada um.

Sala Jardel Filho. 324 lugares. Qui. a dom.: 21h. 45 min. Livre.

7 e 8/5 – “Um Solo de Muitos Caminhos” (2010), com o grupo Projeto Clarabóia
Quatro caixas deslocam-se pelo espaço e a coreografia investiga a relação entre os performers e os habitantes das cidades.

Pça. das Bibliotecas. Sáb. e dom.: 19h. 30 min. Livre.

12 a 15/5 – “Modos de Ver” (2001), com a cia. Oito Nova Dança
Num diálogo entre dança, música e artes plásticas, a coreografia olha para o corpo humano como estrutura, poesia e movimento.

Espaço Cênico Ademar Guerra. 80 lugares. Qui. a dom.: 19h. 55 min. Livre

12 a 15/5 – “Drifting/ Em Deriva” (estreia), de Gustavo Ciriaco e Antônio Pedro Lopes
O projeto levou os artistas a diversos lugares (Rio de Janeiro, Taipei, São Paulo) para mapear os afetos que correm nessas cidades a partir de diferentes tipos de encontro.

Espaço Cênico Ademar Guerra. 80 lugares. Qui. a dom.: 20h. 50 min. 12 anos.

12 a 15/5 – “Seis Estudos para Flutuar” (2010), de Zélia Monteiro
A bailarina divide a cena com o músico Manuel Pessôa (que toca piano ao vivo). Inspirada no dia a dia da prática do balé e criada por meio de improvisações, a coreografia mescla as ações da dança, da luz, da

música e da cenografia, como se o espaço caminhasse junto com o movimento.

Sala Jardel Filho. 324 lugares. Qui. a dom.: 21h. 50 min. Liv

19 a 22/5 – “Devoração” (2008), de Lu Favoreto
O espetáculo busca dois campos visuais contrapostos: a necessidade de comunicação projetada para o futuro e o movimento rastreado que se deixa ao caminhar para a frente.

Espaço Cênico Ademar Guerra. 80 lugares. Qui. a dom.: 20h. 60 min. 16 anos.

19 a 28/5 – “Tráfego” (2010), com a Cia. 4 Nova Dança
A montagem encerra o projeto Trilogia Influência 2008-2010, que investiga as referências cinematográficas da dança. Em “Tráfego”, o grupo estuda a convivência entre coreografias e o cômico e busca inspiração em

filmes do francês Jacques Tati, como “Traffic” e “Play Time”.

Sala Jardel Filho. 324 lugares. Qui. a dom.: 21h. 60 min. Livre.

27 a 29/5 – “Kodak”, de Neto Machado
O bailarino e coreógrafo se inspira nos fotogramas do cinema para discutir ilusão e realidade

Espaço Cênico Ademar Guerra. 80 lugares. Sex. a dom.: 19h. 40 min. Livre.

26 a 29/5 – “Dimensão Oculta” (2006), com a Cia. Danças
Inspirado em ideias e textos do antropólogo americano Edward T. Hall, o trabalho explora as relações corporais, sob uma ótica biológica, espacial e sensorial.

Espaço Cênico Ademar Guerra. 80 lugares. Qui. a dom.: 20h. 60 min. Livre.

2 a 5/6 – “Linhagens” (2009), com o grupo Pró-Posição
A bailarina Andréia Nhur dança ao lado da mãe, Janice Vieira. Juntas, falam de história, evolução e herança e executam a trilha sonora ao vivo em um acordeom.

Espaço Cênico Ademar Guerra. 80 lugares. Qui. a dom.: 19h. 40min. Livre.

2 a 5/6 – “Verdades Inventadas” (2008), com Thembi Rosa (MG), O Grivo (MG) e Rivane Neuenschwander
A bailarina Thambi Rosa investiga as relações entre som e movimento a partir da instalação “Alarm Floor”, de Rivane Neuenschwander, realizada em parceria com o duo musical O Grivo.

Espaço Cênico Ademar Guerra. 80 lugares. Qui. a dom.: 20h. 30 min. Livre.

2 a 12/6 – “Fronteiras Móveis” (2007), com o Núcleo Artérias
O espetáculo discute incerteza, medo e vulnerabilidade sob a perspectiva do corpo.

Sala Jardel Filho. 324 lugares. Qui. a dom.: 21h. 60 min. 14 anos.

9 a 12/6 – “Use o Assento para Flutuar” (2010), de Naiá Delion (RJ)
O solo fala de questões como desmoronamento, acidente, ruína, permanência, deserção, flutuação e alegria.

Espaço Cênico Ademar Guerra. 80 lugares. Qui. a dom.: 19h. 40 min. 12 anos.

9 a 12/6 – “Ecos” (estreia), com a Cia. Fragmento De Dança
A pesquisa para o espetáculo começou em 2006 com a pintora Frida Kahlo e chegou a 2010 com a escritora Virginia Woolf, buscando enfatizar o olhar crítico e poético dessas personagens femininas.

Espaço Cênico Ademar Guerra. 100 lugares. Qui. a dom.: 20h. 50 min. 14 anos.

16 a 19/6 – “Notas Sobre Minha mãe – Opus 2” (2010), de Paula Pi
O solo fala sobre a relação entre mãe e filha e foi criado a partir de vivências pessoais da bailarina e violinista Paula Pi.

Espaço Cênico Ademar Guerra. 80 lugares. Qui. a dom.: 19h. 40 min. 12 anos.

Divulgação
Cena do espetáculo "Dimensão Oculta", da companhia Danças, que participa do Semanas de Dança - Público, no Centro Cultural São Paulo
Cena do espetáculo “Dimensão Oculta”, da companhia Danças, que participa do Semanas de Dança – Público

16 a 19/6 – “Entre Contenções” (2008), de Eduardo Fukushima
O trabalho enfoca o movimento e suas possibilidades de comunicação na sua crueza, sem interfaces de elementos cênicos.

Espaço Cênico Ademar Guerra. 80 lugares. Qui. a dom.: 20h. 20 min. Livre.

16 a 19/6 – “Como Superar o Grande Cansaço?” (2010), de Eduardo Fukushima
A partir do cansaço, do movimento e de estudos do cansaço, o artista chega à pergunta que dá nome ao espetáculo e a desenvolve em linguagem corporal.

Espaço Cênico Ademar Guerra. 80 lugares. Qui. a dom.: 20h. 25 min. Livre.

16 a 19/6 – “A Máquina de Fazer Falar” (2010), com a Cia. Sansacroma
A montagem fala da rotina do Departamento Político de Auschwitz, que, entre outras coisas, servia de intermediário entre Berlim e os campos de concentração.

Sala Jardel Filho. 324 lugares. Qui. a dom.: 21h. 50 min. 14 anos.

18 a 26/6 – “Canto Curioso”, de Marina Salgado
No espetáculo, a dança se estabelece em um constante jogo entre o real e o imaginário: o corpo vira textura, plano e perspectiva.

Piso Flávio De Carvalho. Sáb. e dom.: 19h. 20 min. Livre.

23 a 26/6 – “Exhibition” (2010), de Cláudia Müller (RJ)
A coreografia explora novas mídias, integrando vídeo, performance e intervenção.

Sala Paulo Emilio Salles Gomes. 40 lugares. Qui. a dom.: 20h. 60 min. Livre.

23 a 26/6 – “Produto Perecível Laico” (estreia), com a Cia. Borelli
Inspirado na poesia “A Morte”, do poeta catarinense Cruz e Souza, um dos ícones do simbolismo brasileiro.

Sala Jardel Filho. 324 lugares. Qui. a dom.: 21h. 60 min. 16 anos.

Fonte: Folha de S. Paulo

Abertas inscrições para cursos no Centro Cultural São Paulo

A Divisão de Ação Cultural e Educativa oferece no mês de abril diversas oficinas voltadas para diferentes linguagens.

As inscrições estarão abertas de 5 a 19/4 e devem ser feitas pelo site http://www.centrocultural.sp.gov.br A lista dos selecionados estará disponível no site a partir do dia 29/4 (obs.: cada pessoa poderá se inscrever em até duas oficinas).

As modalidades são:
Teatro Vocacional: Núcleo Encenação
Cinema e pintura: diálogos
Jogos criativos: redescobrindo o potencial criativo a partir do movimento
Museu, colecionismo e processo criativo
A poesia brasileira hoje
Artes híbridas
Viagens, passeios e caminhadas

Blog Stats

  • 167.402 hits