Música & cinema: canções que viraram hits por causa de filmes

Existem algumas músicas batidas, manjadas e executadas à exaustão que devem todo esse hype à outro tipo de arte, o cinema. Sabe quando começam os primeiros acordes de certa canção na rádio e na hora todo mundo associa a um filme? Como ouvir “My Heart Will Go On” sem lembrar do romance entre Rose e Jack em Titanic? E escutar “Unchained Melody” sem lembrar com saudade de Patrick Swayze? A seguir, dez exemplos de músicas intimamente associadas à trilhas sonoras.

“Take My Breath Away” e Top Gun – Ases Indomáveis – A trilha de Top Gun – Ases Indomáveis como um todo foi um sucesso. É até hoje uma das mais populares, já recebeu nove discos de platina. Mas foi com “Take My Breath Away” que o filme venceu o Oscar e o Globo de Ouro de Melhor Canção Original. A composição de Giorgio Moroder e Tom Whitlock foi interpretada pela banda Berlin.

“Mrs. Robinson” e A Primeira Noite de um Homem – Anne Bancroft e suas pernas em formato de triângulo são um marco do cinema, assim como a frase “Sra. Robinson, você está tentando me seduzir”. Mas acima de tudo, a canção de Simon & Garfunkel se tornou uma referência quando o assunto são trilhas de destaque. Quando foi lançada como single em 1968, chegou ao primeiro lugar da parada Billboard Hot 100, nos Estados Unidos, e ainda ajudou a dupla a ganhar o Grammy de Melhor Disco do Ano, em 1969. A faixa estava sendo composta por Simon para contar a história de Mrs. Roosevelt e a princípio não tinha nada a ver com a produção. Mas acabou se adaptando para se tornar o hino da Mrs. Robinson de Bancroft. Ficou para sempre associada à mulheres mais velhas que seduzem rapazes mais jovens.

“Unchained Melody” e Ghost – Do Outro Lado da Vida – O filme narra um romance muito forte, que supera os limites do corpo e do plano físico. De forma que a trilha, assinada por Maurice Jarre, abusou das letras melosas e de um instrumento intimamente associado ao romance, o saxofone. Mas “Unchained Melody”, em especial, se destacou nessa trilha açucarada. A canção é de Alex North e a letra de Hy Zaret, mas a versão popular e usada no filme é dos Righteous Brothers. Relembre a famosa cena protagonizada por Patrick Swayze (Sam), Demi Moore (Molly), a canção e o torno.

“I Got You Babe” e Feitiço do Tempo – Nesse cult de 1993 protagonizado por Bill Murray, o mal-humorado Phil é condenado a despertar todas as manhãs ao som de Sonny & Cher, mais especificamente “I Got You Babe”. Aliás, tudo que ele ouve diariamente é um trecho da música, que é interrompida pelo locutor da rádio para que ele comente sobre o frio que vai fazer naquele 2 de fevereiro. O desafio é terminar de ver o filme sem ficar com aquele pedaço da canção na cabeça. Ou ouvir a música em outro contexto e não refletir a respeito do tempo, a vida e a rotina.

“My Heart Will Go On” e Titanic – Chegou um momento nos anos de 1997/1998 que mesmo quem era fã de Celine Dion não aguentava mais ouvir a música. O sucesso do filme de James Cameron, protagonizado pelo casal Kate Winslet (Rose) e Leonardo DiCaprio (Jack) fez da música tema dos pombinhos trágicos o maior hit de Celine, um dos singles mais vendidos de todos os tempos e o single mais vendido de 1998. Isso porque a música começou somente como um tema instrumental para o longa. Depois, se transformou em uma versão com letra feita apenas para os créditos finais – e a princípio nem Celine queria gravar, nem Cameron queria usar! No fim, acabou se tornando uma das músicas mais conhecidas da década.

“Oh, Pretty Woman” e Uma Linda Mulher – O nome da música inspirou o título do fime (Pretty Woman, no original, em inglês). Não tinha como uma coisa não ficar diretamente associada à outra. A faixa de 1964 já era um sucesso de Roy Orbinson e experimentou um revival em 1990 com o lançamento do longa protagonizado por Julia Roberts e Richard Gere. Na trama, ela é uma prostituta e, ele, um homem de negócios bem-sucedido. O encontro dos dois muda a vida de ambos.

“My Girl” e Meu Primeiro Amor – A canção do Temptations caiu como uma luva para essa comédia romântica juvenil protagonizada por Anna Chlumsky, Macaulay Culkin, Jamie Lee Curtis e Dan Aykroyd. Aliás, esse é mais um caso em que a canção principal da trilha dá nome ao filme (My Girl, em inglês).

“Can’t Take My Eyes Off You” e 10 Coisas que Eu Odeio em Você – Heath Ledger, Julia Stiles e Joseph Gordon-Levitt ainda muito jovens protagonizam essa comédia romântica teen de muito sucesso em 1999 – uma reinterpretação da história de A Megera Domada, de Shakespeare. Uma das cenas mais marcantes é a que tem o já falecido Ledger cantando para sua amada “Can’t Take My Eyes Off You”, de Frankie Valli, popular na voz de Gloria Gaynor. A trilha como um todo acabou sendo um hit, trazendo bandas que fizeram muito sucesso naquela década, como Letters to Cleo, Save Ferris e Semisonic.

“Anyone Else But You” e Juno – Juno foi o hit indie de 2008 e apresentou ao mundo a atriz Ellen Page e a roteirista Diablo Cody. Depois que passou o hype do filme, porém, a cena final dele continuou sendo exibida por muitos meses. Nela, Juno e Paulie (Michael Cera) cantam uma versão de “Anyone Else But You”, do Moldy Peaches, que viu sua carreira crescer novamente depois do lançamento filme.

“You Can Leave Your Hat On” e 9 1/2 Semanas de Amor – Composta por Randy Newman e gravada por ele para o disco de 1972 Sail Away. Porém, se tornou um hit de verdade na voz de Joe Cocker, quando sonorizou o filme de 1986 de Adrian Lyne durante uma famosa cena de striptease.

Fonte: Rolling Stone Brasil

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog Stats

  • 167.731 hits
%d blogueiros gostam disto: