Prêmio Jabuti anuncia seus finalistas

A organização do 53º Prêmio Jabuti divulgou nesta quarta-feira (21) a lista com os dez finalistas em cada uma das suas 29 categorias, entre as quais se destacam romance, biografia, poesia e reportagem.

Os escolhidos pelos jurados apontados pela Câmara Brasileira do Livro (CBL) foram extraídos de um total de 2.619 inscritos. Agora, as obras selecionadas serão submetidas a uma nova avaliação, com apuração marcada para o dia 18 de outubro.

Com os melhores trabalhos de cada categoria definidos, a premiação caminha para sua última fase. Nela, os jurados, além de apontar os eleitos como melhores livros de 2010, escolherão os prêmios de Livro do Ano Ficção e Livro do Ano Não Ficção. O resultado final será divulgado em 30 de novembro.

Neste ano o regulamento do Jabuti passou por duas mudanças. A primeira foi a ampliação no número de categorias, passando de 21 para 29. A segunda estabelece que apenas uma obra será premiada por categoria – ao contrário do modelo anterior, em que três publicações eram eleitas.

Apesar de negar, a direção da Câmara Brasileira do Livro (CBL) promoveu a última alteração após a polêmica causada pela escolha de “Leite Derramado”, de Chico Buarque, como livro do ano em 2010. O volume foi vitorioso mesmo tendo sido terceiro colocado na categoria melhor romance.

Veja abaixo os dez finalistas nas categorias de romance, biografia, poesia e reportagem. Para conhecer todos os finalistas acesse o site oficial do Prêmio Jabuti.

Romance

1º – “Paisagem com Dromedário”, de Carola Saavedra (Companhia das Letras)
2º – “Ribamar”, de José Castello (Bertrand Brasil)
3º – “O Evangelho de Barrabás”, de José Roberto Torero e Marcus Aurelius Pimenta (Objetiva)
4º – “Passageiro do Fim do Dia”, de Rubens Figueiredo (Companhia das Letras)
“Don Frutos”, de Aldyr Garcia Schlee (Edições Ardotempo)
5º – “Hotel Brasil: O Mistério das Cabeças Degoladas”, de Frei Betto (Rocco)
6º – “Minha Mãe se Matou Sem Dizer Adeus”, de Evandro Affonso Ferreira (Record)
7º – “Cidade Livre”, de João Almino (Record)
8º – “Hotéis à Beira da Noite”, Per Johns (Tessitura Editora)
9º – “Suposta Biografia do Poeta da Morte”, de Elias Antunes (Editora da UCG)
10º – “Os Malaquias”, de Andréa Del Fuego (Língua Geral)

Biografia

1º – De Menino a Homem: De Mais de Trinta e de Quarenta, de Sessenta e Mais Anos”, de Gilberto Freyre (Global Editora)
2º – Correspondência de Mário de Andrade & Henriqueta Lisboa”, de Eneida Maria de Souza (Org) (Peirópolis: Edusp)
3º – “50 Anos a Mil”, de Lobão (Nova Fronteira)
4º – “Via Pagu: Fotobiografia de Patrícia Galvão”, de Lúcia Maria Teixeira Furlani e Geraldo Galvão Ferraz (Imprensa Oficial do Estado S/A)
5º – “O Teatro & Eu – Memórias”, de Sergio Britto (Tinta Negra Bazar Editorial)
6º – “Seu Adolpho: Uma Biografia em Fractais de Adolpho Bloch, Fundador da Revista e da TV Manchete”, de Felipe Pena (Usina de Letras)
7º – “Alceu Penna e As Garotas do Brasil: Moda Imprensa 1933 a 1975”, de Gonçalo Júnior (Amarilys)
8º – “Ruth Cardoso: Fragmentos de Uma Vida”, de Ignácio de Loyola (Editora Globo)
9º – “Cortez: A Saga de um Sonhador”, de Teresa Sales e Goimar Dantas (Cortez Editora)
10º – “Nássara Passado a Limpo”, de Carlos Didier (José Olympio)

Poesia

1º – “Modelos Vivos”, de Ricardo Aleixo (Crisálida)
2º – “Bella Donna”, de Tite de Lemos (7Letras)
3º – “Em Alguma Parte Alguma”, de Ferreira Gullar (José Olympio)
4º – “Em Trânsito”, de Alberto Martins (Companhia das Letras)
5º – “Poemas Reunidos”, de Geraldo Carneiro (Nova Fronteira)
6º – “Linear G”, de Gilberto Mendonça Teles (Hedra)
7º – “As Horas de Katharina”, de Bruno Tolentino (Record)
8º – “A Duração do Dia”, de Adélia Prado (Record)
9º – “Poesia Completa”, de Manoel de Barros (Leya Brasil)
10º – “N.D.A.”, de Arnaldo Antunes (Editora Iluminuras)

Reportagem

1º – 1822, de Laurentino Gomes (Nova Fronteira)
2º – “Lugar de Repórter é na Rua – O Jornalismo de Ricardo Kotcho”, de Mauro Junior e José Roberto de Ponte (Tinta Negra Bazar Editorial)
3º – “Assalto ao Poder”, de Carlos Amorim (Record)
4º – “O Cardeal e o Repórter: Histórias que Fazem História”, de Ricardo Carvalho (Global Editora)
5º – “Amazônia de Euclides”, de Daniel Piza (Leya Brasil)
6º – “Pedro e os Lobos – Os Anos de Chumbo na Trajetória de um Guerrilheiro Urbano”, de João Roberto Laque (Ava Editorial)
7º – “Os Sertões – Um Livro Reportagem de Fabiana Moraes”, de Fabiana Moraes (Companhia Editora de Pernambuco)
8º – “O Irã Sob o Chador: Duas Brasileiras no País dos Aiatolás”, de Adriana Carranca e Marcia Camargos (Editora Globo)
9º – “Conversa Sobre o Tempo”, de Zuenir Ventura, Luiz Fernando Veríssimo e Arthur Dapieve (Nova Fronteira/Agir)
10º – “Sou Feliz, Acredite!”, de Mônica Bernardes e Mauro Tertuliano (Best Seller)

Fonte: IG

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog Stats

  • 166.755 hits
%d blogueiros gostam disto: