China censura produções brasileiras em festival de cinema

por Roberto Kaz

Para o governo chinês, os filmes “Linha de Passe”, “Dzi Croquettes” e “Uma Noite em 67” não são apropriados ao público local.

Os três longas foram inscritos na lista de possíveis títulos a serem exibidos no 2° Festival de Filmes Brasileiros na China, que ocorre em novembro, em Pequim e Xangai. Acabaram vetados pela Administração de Rádio, Filme e TV, órgão subordinado ao Estado chinês. Os censores não justificaram os vetos.

A curadoria do festival é da paulistana Anamaria Boschi, 33, que mora em Pequim desde fevereiro de 2009.

Professora de cinema do International College of Beijing (faculdade internacional de Pequim), Anamaria já organizara o festival Discovering Latin America Film (descobrindo o cinema latino-americano), em Londres, onde morava antes.

Essa foi sua primeira experiência com um veto governamental. Ela disse à Folha que não vai recorrer: “Estou na casa deles, tenho que respeitar as regras locais.”

A lista de filmes proibidos ainda inclui “O Bandido da Luz Vermelha”, “Cabeça a Prêmio” e “Mangue Negro”. Ela acredita que a proibição tenha se devido às cenas de violência.

Outros dez filmes apresentados por Anamaria ao governo chinês foram aprovados. Dentre eles, “Cinco Vezes Favela” (Cacá Diegues), “Família Braz” (Dorrit Harazim e Arthur Fontes) e “Malu de Bicicleta” (Flávio Ramos Tambellini).

A curadora, que passou as duas últimas semanas no Brasil, voltou ontem a Pequim, levando, na bagagem, os DVDs de “Vip’s” e “É Proibido Fumar”, que ainda pretende incluir na lista de aprovados.

Como o festival só dura uma semana, com uma exibição diária, ela precisará reduzir a lista a sete títulos.

Os filmes reprovados, no entanto, poderão ser exibidos em centros culturais. O governo chinês faz restrições apenas à exibição em salas de cinema.

O 2° Festival de Filmes Brasileiros na China acontece de 4 a 8 de novembro, em Pequim, e de 11 a 13 de novembro, em Xangai. O Brasil deve organizar por aqui, como contrapartida, um festival de cinema chinês em 2012.

Fonte: Folha de S. Paulo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog Stats

  • 166.689 hits
%d blogueiros gostam disto: