IMS reúne imagens da família imperial

por Gabriela Longman

Como acontece com quase todo mundo, dom João de Orleans e Bragança herdou de sua família uma caixa de fotos antigas.
A diferença é se tratar, neste caso, de fotos do Brasil no Segundo Império, com a família imperial retratada por fotógrafos como Félix Nadar (1820-1910) ou Marc Ferrez (1843-1923) numa época em que a fotografia dava ainda seus primeiros passos. Aproximadamente 170 imagens desta coleção estão expostas desde ontem no Instituto Moreira Salles (IMS), numa mostra que passou pelo Rio entre março e maio.
“Quando foi para o exílio, d. Pedro 2º fez questão de deixar para a Biblioteca Nacional 20 mil negativos. Mas levou com ele as fotos de família. É uma parte desse conjunto que me coube”, disse à Folha o príncipe.
Há cerca de um ano e meio ele fechou com o IMS um acordo de comodato, cabendo à instituição o processo de preservação e restauro. Agora é possível ver reproduzidas pela primeira vez algumas cenas que até então nunca haviam saído dos negativos de vidro.

LONGE DAS POMPAS
As imagens expostas são, em sua maior parte, retratos feitos em estúdio, pose formal e ar de sobriedade. “Na época se posava para uma foto como se posava para um quadro”, lembra d. João. “A fotografia era uma continuação da pintura.” Mas uma ou outra cena permite entrever traços mais espontâneos da vida no Império. Duas imagens feitas por Ferrez, por exemplo, mostram a princesa Isabel e a baronesa de Muritiba tocando piano no palácio Laranjeiras -momento de lazer longe das pompas oficialescas.
Consta que tanto a princesas Isabel quanto a princesa Leopoldina tiveram aulas de fotografia com Revert Henry Klumb e que o próprio imperador gostava de experimentar o uso da câmera.
Seu neto, Pedro de Alcântara, aparece por exemplo fotografado ao lado do cavalo Carrapato, numa imagem a atribuída a dom Pedro. Como qualquer avô de hoje, o imperador corria para retratar seu neto.

RETRATOS DO IMPÉRIO E DO EXÍLIO

QUANDO de ter. a sex., das 13h às 19h; sáb. e dom., das 13h às 18h; até 11/9
ONDE Instituto Moreira Salles (rua Piauí, 844, tel. 3825-2560
QUANTO grátis

Fonte: Folha de S. Paulo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog Stats

  • 168.085 hits
%d blogueiros gostam disto: