CCBB resgata a história da cultura punk em exposição I am a Cliché – Ecos da estética Punk

No fim dos anos 1970, e Europa vivia o auge da guerra fria e se tornava o cenário ideal para que os jovens contestadores de organizassem nos subúrbios londrinos. De lá, saiu todo o tipo de contestação social e estética que deu origem ao movimento punk – e aos moicanos, cabelos coloridos, roupas rasgadas e músicas de bandas como Sex Pistols, que ouvimos até hoje e continuam influenciando gerações.

Até o dia 12 de outubro, o CCBB Rio de Janeiro resgata toda essa história na exposição I am a Cliché – Ecos da estética Punk. Ao todo, 150 obras, entre fotografias, colagens e instalações estão espalhadas pelo segundo andar da instituição. Entre elas, imagens icônicas da cantora Patti Smith tiradas por Robert Mapplethorpe, os Screen Tests de Andy Warhol, as fotocolagens de Jamie Reid e as capas dos discos da coleção de vinil de Thierry Planelle.

A exposição foi lançada na França e a curadoria feita por Emma Lavigne, do Centre Culturel Georges Pompidou. A realização ficou por conta do Rencontres d’Arles, movimento respeitado por sua importância na área de mostras internacionais de fotografias. E a previsão é que ela fique concetrada apenas no Rio de Janeiro. A cidade foi escolhida por ser sede do festival de música Rock in Rio, que rola em novembro.

Fonte: Chic

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog Stats

  • 168.092 hits
%d blogueiros gostam disto: