Exposição conta a história da vida na terra

A exposição “Somos Terra”, que fica aberta até o dia 10 de setembro, no Parque Ibirapuera, traz painéis interativos que contam a história da vida na terra. Os visitantes passeiam pelos diversos estágios como ar, água, terra, flores e folhas, todos eles essenciais para a sobrevivência humana.

“A vida acontece toda em encadeamento, cada uma precisando da outra para viver em equilíbrio. E nós humanos precisando de todos os seres pulsando em conjunto para a manutenção da nossa vida. Quando algum elo é quebrado, os problemas ambientais podem ficar imensos”, diz Ana Augusta Rocha, jornalista e criadora do projeto através de sua empresa, a Auana Editora.

Quase uma instalação artística, a exposição, recomendada para crianças, adolescentes e adultos, busca, através do sensorial das cores e das luzes, criar uma experiência de encantamento pela natureza. Na mostra, jogos e games interativos propõem uma conexão com o mundo natural através do lúdico, essencial para o desenvolvimento infantil. “Ao percebermos a pulsação de toda a vida – da água, do céu, das árvores e dos animais -, passamos a nos relacionar de uma forma diferente com tudo, com mais envolvimento, com mais respeito. De uma forma colaborativa”, afirma Ana Augusta.

Somos Terra ocupa uma área de aproximadamente 500 m² na sede da UMAPAZ – Universidade do Meio Ambiente e da Cultura de Paz -, ligada à Secretaria do Verde e do Meio Ambiente do Município de São Paulo. A exposição foi criada pelo cenógrafo Marko Brajovic e equipe. Com cores e tecnologia, ela privilegia uma arquitetura que imita a vida.

Passo a passo da exposição

Sala da Vida – através de projeções, saberemos sobre a formação do universo e do nosso sistema solar chegando à vida na Terra.

Sala da Água – os visitantes poderão interagir com o planeta, tocando-o. É a Terra através de um iPad gigante.

Sala da Floresta – depois de “encontrar” (virtualmente) com um homem que habita as matas do Brasil e ouvir sobre a sua experiência de vida, os visitantes poderão interagir com a floresta e ficar “olho no olho” com alguns animais.

Sala do Micro e do Macro – os visitantes se tornarão cientistas e descobrirão, olhando microscópios científicos, padrões da natureza. Depois serão convidados a ver que esses padrões são muito parecidos com o que vemos nos potentes telescópios que apontam para o universo.

Sala das Conexões – a interação dos visitantes com uma pequena árvore criará musica e cor na sala. “A música do encontro”, diz Ana.

Ao redor dessas salas estarão disponíveis os conteúdos do livro que foi criado para o evento e que será distribuído aos alunos e professores que visitarem o projeto.

SERVIÇO
Dia: até 10 de setembro.
Local: UMAPAZ – Parque Ibirapuera – Av. IV Centenário, 1268.
Horário de Funcionamento: das 10h às 17h
Entrada franca.

Fonte: CMais

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog Stats

  • 167.659 hits
%d blogueiros gostam disto: