Exposição conta a história da vida na terra

A exposição “Somos Terra”, que fica aberta até o dia 10 de setembro, no Parque Ibirapuera, traz painéis interativos que contam a história da vida na terra. Os visitantes passeiam pelos diversos estágios como ar, água, terra, flores e folhas, todos eles essenciais para a sobrevivência humana.

“A vida acontece toda em encadeamento, cada uma precisando da outra para viver em equilíbrio. E nós humanos precisando de todos os seres pulsando em conjunto para a manutenção da nossa vida. Quando algum elo é quebrado, os problemas ambientais podem ficar imensos”, diz Ana Augusta Rocha, jornalista e criadora do projeto através de sua empresa, a Auana Editora.

Quase uma instalação artística, a exposição, recomendada para crianças, adolescentes e adultos, busca, através do sensorial das cores e das luzes, criar uma experiência de encantamento pela natureza. Na mostra, jogos e games interativos propõem uma conexão com o mundo natural através do lúdico, essencial para o desenvolvimento infantil. “Ao percebermos a pulsação de toda a vida – da água, do céu, das árvores e dos animais -, passamos a nos relacionar de uma forma diferente com tudo, com mais envolvimento, com mais respeito. De uma forma colaborativa”, afirma Ana Augusta.

Somos Terra ocupa uma área de aproximadamente 500 m² na sede da UMAPAZ – Universidade do Meio Ambiente e da Cultura de Paz -, ligada à Secretaria do Verde e do Meio Ambiente do Município de São Paulo. A exposição foi criada pelo cenógrafo Marko Brajovic e equipe. Com cores e tecnologia, ela privilegia uma arquitetura que imita a vida.

Passo a passo da exposição

Sala da Vida – através de projeções, saberemos sobre a formação do universo e do nosso sistema solar chegando à vida na Terra.

Sala da Água – os visitantes poderão interagir com o planeta, tocando-o. É a Terra através de um iPad gigante.

Sala da Floresta – depois de “encontrar” (virtualmente) com um homem que habita as matas do Brasil e ouvir sobre a sua experiência de vida, os visitantes poderão interagir com a floresta e ficar “olho no olho” com alguns animais.

Sala do Micro e do Macro – os visitantes se tornarão cientistas e descobrirão, olhando microscópios científicos, padrões da natureza. Depois serão convidados a ver que esses padrões são muito parecidos com o que vemos nos potentes telescópios que apontam para o universo.

Sala das Conexões – a interação dos visitantes com uma pequena árvore criará musica e cor na sala. “A música do encontro”, diz Ana.

Ao redor dessas salas estarão disponíveis os conteúdos do livro que foi criado para o evento e que será distribuído aos alunos e professores que visitarem o projeto.

SERVIÇO
Dia: até 10 de setembro.
Local: UMAPAZ – Parque Ibirapuera – Av. IV Centenário, 1268.
Horário de Funcionamento: das 10h às 17h
Entrada franca.

Fonte: CMais

Funarte lança edital de Bolsa de Formação em Arte Circense

A Fundação Nacional de Arte (Funarte)  publicou na última sexta-feira (8/7), no Diário Oficial da União (Seção 3, página 18), o Edital da Bolsa Funarte para Formação em Artes Circenses 2011. O concurso oferecerá 30 bolsas para o Curso Básico de Artes Circenses da Escola Nacional de Circo, no Rio de Janeiro, de R$ 20 mil cada, para estudantes de todo o país. As inscrições poderão ser feitas até 24 de agosto.

As bolsas serão distribuídas entre as cinco regiões do país, sendo seis para cada uma. O total de recursos investidos pela Funarte é de R$ 600 mil. Podem participar da seleção brasileiros de 18 a 25 anos (a serem completados até 26/09/2011). O curso, com duração de dez meses, começa no dia 3 de outubro.

O candidato deverá gravar, em DVD, uma demonstração de exercícios de habilidades, tais como rolamento, pirueta, equilíbrio em trave, malabares e corda, entre outros. Também deve realizar uma performance individual curta, que pode ser a leitura de um texto dramático, uma coreografia, ou um número circense, à sua escolha.

Os interessados devem enviar a ficha de inscrição, pelo correio (Sedex), à Escola Nacional de Circo, juntamente com a documentação e o DVD. Os projetos inscritos serão analisados por uma comissão, formada por professores e técnicos da Escola Nacional de Circo. Os 30 selecionados terão também que fazer uma demonstração na Escola Nacional de Circo.

Confira aqui o Edital.

Veja aqui o anexo do Edital.

Faça aqui sua inscrição.

*Com informações do site do MinC

Fonte: Cultura e Mercado

Gilberto Gil libera discografia gratuitamente para iPhone e iPad

O cantor e compositor Gilberto Gil lançou nesta semana um aplicativo para aparelhos que possuem o iOS, sistema operacional da Apple. O aplicativo é uma versão compacta de seu site oficial, adaptado para iPhone e iPad, com toda a discografia do cantor disponível para audição. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

É possível ouvir todas as músicas do catálogo de Gil, desde Louvação Universal, de 1967, além de acessar notícias, fotos e criar playlists com as canções. No entanto, não há a opção de baixar as músicas.

“O Gil é ligado ideologicamente com a web, mas na prática não tem muita intimidade com o universo digital. Foi um dos grandes responsáveis pela difusão da cultura digital neste país, mas mal sabe usar o e-mail”, afirmou André Vallias, coprodutor da Refazenda, produtora de Gil, e responsável pela ferramenta digital.

Fonte: Rolling Stone Brasil

Blog Stats

  • 167.073 hits