Comissão aprova edital de intercâmbio e Procultura 2010

O Ministério da Cultura realizou na última terça-feira (5/7), no Rio de Janeiro, a 1ª reunião ordinária de 2011 da Comissão do Fundo Nacional da Cultura (CFNC), composta pelos secretários e presidentes das vinculadas do Sistema MinC.

A Comissão debateu o orçamento anual do Fundo, a aplicação dos recursos das emendas da Comissão de Educação e Cultura da Câmara dos Deputados, o novo edital de intercâmbios, a aprovação dos editais lançados em 2010,a a proposta para o Plano de Trabalho 2011-2012, além da metodologia de avaliação e alcance de metas estabelecidas.

“Esse foi o primeiro momento de discussão do grupo, que tem uma responsabilidade muito grande para gerir o FNC. A nossa gestão é de diálogo e esse é o tom que vamos adotar nos debates sobre o Fundo”, afirmou a ministra da Cultura, Ana de Hollanda, que também destacou a importância da presença de todos os dirigentes, presidentes e secretários do Sistema MinC na 1ª reunião ordinária de 2011 da CFNC.

Para este ano, o Fundo terá orçamento de R$ 298 milhões, dos quais 30% serão destinados aos fundos setoriais (Artes Visuais; Circo, Dança e Teatro; Música; Acesso e Diversidade; Patrimônio e Memória; Livro, Leitura, Literatura e Língua Portuguesa; Incentivo à Inovação do Audiovisual; Ações Transversais e Equalização de Políticas Culturais); 40% para o fortalecimento do Sistema Nacional de Cultura através da realização de convênios com estados e municípios; e os outros 30%, para ações consideradas prioritárias pelo Ministério, contemplando investimentos em universidades, estudos, pesquisas e gestão cultural.

“Aplicamos uma metodologia de decisões coletivas e transparentes, reunindo todos os dirigentes do Sistema MinC para deliberar o planejamento, as diretrizes e a aplicação do Fundo Nacional de Cultura”, disse o secretário Executivo do MinC, Vitor Ortiz. “Cada área apresentou suas prioridades e necessidades e as soluções foram construídas coletivamente”, complementou.

A reunião também garantiu recursos para as segundas e terceiras parcelas das redes do Programa Cultura Viva com estados e municípios.

O FNC é um fundo público constituído de recursos destinados, exclusivamente, à execução de programas, projetos ou ações culturais. Conforme estabelece a LDO de 2011, o fundo não pode ter recursos contingenciados, o que foi assegurado pela ministra Ana de Hollanda.

Intercâmbio e difusão cultural – Durante a reunião, foi aprovado o Edital do Programa de Intercâmbio e Difusão Cultural. O Ministério da Cultura disponibilizará R$ 6,6 milhões para o auxílio financeiro de viagens, sendo R$ 3,3 milhões para as que ocorrerão entre outubro deste ano a março de 2012. O lançamento do edital 2011 se dará até a próxima segunda-feira, 11 de julho.

Com recursos do FNC, o Programa consiste na concessão de recursos financeiros para o custeio de despesas relativas à participação de artistas, técnicos, agentes culturais e estudiosos em atividades culturais, promovidas por instituições brasileiras ou estrangeiras.

A ação tem como objetivo promover a difusão e o intercâmbio da cultura brasileira nas áreas das artes cênicas, das artes visuais, da música, do audiovisual, da memória, do patrimônio museológico, do patrimônio cultural, das novas mídias, do design, de serviços criativos, das humanidades, da diversidade cultural, entre outras expressões culturais. No ano passado, foram beneficiadas 636 pessoas em 248 requerimentos (161 individuais / 87 grupos), totalizando volume superior a R$ 2 milhões.

Emendas e Cultura Viva – As emendas da Comissão de Educação e Cultura da Câmara de 2010 foi um dos pontos da pauta do colegiado. Na ordem de R$ 70,8 milhões, os recursos vão permitir a execução de vários programas e políticas públicas do MinC, como a instalação de bibliotecas públicas e o fomento a projetos nas áreas museológica e de microprojetos culturais, dentro das ações do Mais Cultura 2011.

Editais Procultura – A Comissão também homologou, no valor de R$ 57 milhões, 12 editais Procultura lançados no ano passado, o que garantirá o pagamento até o final do ano. São eles: Prêmio Procultura de Produção Artística, Prêmio Procultura de Programação de Espaços Cênicos, Prêmio Procultura para Substituição de Lonas e Equipamentos Circenses, Prêmio Procultura de Apoio a Festivais e Mostras, Prêmio Procultura de Apoio a Bandas de Música, Prêmio Procultura Palcos Permanentes, Prêmio Procultura para Bibliotecas Básicas de Artes Visuais, Prêmio Procultura Apoio a Periódicos e Revistas de Arte, Prêmio Procultura de Apoio à Pesquisa de Acervos Artísticos, Prêmio Procultura de Artes Plásticas – Marcantonio Vilaça, Prêmio Procultura Juventude Negra e Prêmio Procultura para Programação Cultural para Livrarias. Também foram autorizados os editais de fotografia, no valor de r$ 3.500.000,00.

*Com informações do site do MinC

Fonte: Cultura e Mercado

A magia e o ilusionismo da Cia. Philippe Genty serão temas de workshop na Oficina Cultural Oswald de Andrade

A Oficina Cultural Oswald de Andrade, espaço da Secretaria de Estado da Cultura, promove do dia 11 a 14 de julho, das 18h30 às 21h30, workshop com a companhia francesa Philippe Genty, que mistura teatro, dança, música e marionetes em suas apresentações.

Há mais de três décadas a companhia é responsável por fantásticas criações multidisciplinares. Seu trabalho é baseado na relação entre o corpo e diferentes objetos, explorados por meio de uma linguagem visual original e tocante.

As criações pertencem ao mundo do sonho, onde atores e bailarinos, manipulando marionetes e objetos de várias dimensões, surgem em cena tecendo histórias diante dos olhos do público. Nesse jogo onde tudo é possível, a razão se torna secundária, o mundo vira pura fantasia.

Ao usar a fascinante arte do ilusionismo como seu instrumento, Philippe Genty leva o espectador a viagens no melhor estilo do mítico. A ilusão é tamanha que às vezes fica difícil perceber se os bonecos dão vida aos atores ou vice-versa.

Serviço

Oficina Cultural Oswald de Andrade
Rua Três Rios, 363 – Bom Retiro – São Paulo – SP
(11) 3221-5558 / 3222-2662
oswalddeandrade@oficinasculturais.org.br
http://www.oficinasculturais.org.br

Workshop com a Cia Philippe Genty
11 e 12/07 (turma 1: segunda e terça-feira) e 13 e 14/07 (turma 2: quarta e quinta-feira) – 18h30 às 21h30
Público: estudantes de teatro, atores amadores e profissionais
Inscrições: 04 a 07/07
Seleção: currículo
32 vagas (16 vagas para cada turma)

Fonte: Oficinas Culturais do Estado de São Paulo

Festival de Teatro da Cidade de São Paulo

Atenção bailarinos e bailarinas: Youth America Grand Pix em setembro/ 2011

Concurso de filmes sobre temas ambientais recebe inscrições

O concurso audiovisual “Nosso Futuro Comum”, que premiará produções audiovisuais em qualquer mídia ou formato sobre temas ambientais, recebe inscrições até 30 de julho.

Podem ser enviados vídeos de até um minuto de duração, que abordem os eixos temáticos Êxodos, Consumo, Clima ou Energia. A participação é aberta a universitários do Rio de Janeiro e São Paulo matriculados nos cursos de Comunicação Social, Design, Cinema e Artes Visuais.

Além da inclusão no site do concurso por tempo indeterminado, os trabalhos vencedores farão parte da mostra multimídia “Meu Meio”, que passará por São Paulo, em agosto, e pelo Rio de Janeiro no mês de novembro. A mostra, com curadoria de Marcelo Dantas, documentarista premiado na Bienal do Cinema de Arte do Centro Georges Pompidou de Paris e no Festival de Cinema e TV de Nova Iorque, reunirá ao lado dos vídeos escolhidos filmes de seis artistas consagrados nas artes visuais.

Estão confirmadas as produções do escultor Ângelo Venosa, “Ghaabah”, com o tema “Florestas” e do ensaísta audiovisual Carlos Nader, premiado em centros culturais de mais de 20 países, que abordará os efeitos da degradação ambiental no corpo humano no vídeo “Paraíso Artificial”. Também participarão as parcerias Leandro Lima & Gisela Motta e Maurício Dias & Walter Riedweg, a primeira com o vídeo ´”Água”, sobre as relações simbólicas e o caráter vital para a sobrevivência que possui o mineral e a segunda com “A Cidade Fora Dela”, sobre a essência da alma urbana e o olhar das câmeras sobre a cidade no eixo temático “Cidades”.

As produções enviadas por universitários que melhor representarem as categorias escolhidas, serão selecionadas por um júri formado por representantes das instituições que promovem o evento e especialistas convidados. A obra pode ser individual ou coletiva, mas é imprescindível que seja original.

“Nosso Futuro Comum” é uma iniciativa da XBrasil Comunicação por Causas, em parceria com o Centro de Informações das Nações Unidas no Brasil (UNIC Rio) e a Agência Espanhola de Cooperação Internacional para o Desenvolvimento (AECID), através do Centro Cultural de Espanha de São Paulo.

Mais informações e inscrições no site www.marcouniversal.com.br.

Fonte: Cultura e Mercado

Comissão aprova projeto que exige venda de meia-entrada na internet

Um projeto de lei que exige a venda de meia-entrada para os ingressos vendidos pela internet foi aprovado nesta quinta-feira por uma comissão.

O projeto foi aprovado em decisão terminativa, que é aquela com valor de uma decisão do Senado. Assim, o projeto não vai a Plenário, mas sim, é enviado diretamente à Câmara dos Deputados, encaminhado à sanção, promulgado ou arquivado.

Agora, a comissão analisa se o projeto deve retornar à Câmara ou se pode seguir diretamente para sanção.

O projeto é baseado em uma proposta do deputado federal Felipe Bornier, apresentada em 2007.

De acordo com a proposta, a empresa que não oferecer a possibilidade de meia-entrada fica sujeita às sanções previstas no Código de Defesa do Consumidor (Lei 8.078, de 11 de setembro de 1990).

Também se determina que, para ter direito à meia-entrada, o consumidor precisa apresentar –no momento do evento– os documentos exigidos.

Fonte: Folha de S. Paulo

Blog Stats

  • 167.073 hits