Flamenco: Belén Maya ministra workshops no Brasil

Os flamencos brasileiros estão sendo “regalados ” com o primor e  ensinamentos de grandes artistas  em nosso país. Em breve, chegará ao nosso país,  Belén Maya.

Filha de duas grandes figuras do flamenco: Carmen Mora e Mario Maya, Belén Maya nasceu em Nova York em uma das viagens de seus pais, como pressagio da internacionalidade de sua arte.

Estudou na Escola de Ballet Nacional, dirigida por María de Ávila, além de Martha Graham, aprendendo também técnicas e estéticas de dança orientais. Como resultado desta formação, com seu dom, curiosidade e seu estilo de dança,  resultou  em inéditos e particulares movimentos de braços, olhares e excelentes movimentos de seu corpo.

No começo passou três anos na Companhia de Mario Maya, enquanto adquiriu experiência nos tablados sevilhanos.

Ingressou  como  primeira bailarina da recém formada Companhia Andaluza de Dança e foi  convidada por Carlos Saura para participar do filme Flamenco, representando as novas gerações e  a vanguarda do flamenco. Sua intervenção foi  um marco do baile flamenco feminino e abriu um novo caminho quanto a conceito, musicalidade, movimento e indumentária.

Também colaborou com as companhias e espetáculos dos mais importantes bailaores e coreógrafos como Javier Barón, Alejandro Granados, Manuel Reyes, Ricardo Franco, Andrés Marín, Goyo Montero e Ramón Oller.

Belén Maya formou  sua própria companhia em 1996, com a primeira montagem “La Diosa em Nosotras”, obra de reivindicação e esclarecedora do papel, nem sempre reconhecido, das mulheres no flamenco. A companhia é formada somente por bailaoras: Yolanda Heredia, Teresa Nieto, Rafaela Carrasco, Isabel Bayón.

Até hoje, com a sua  forma única  de unir sensibilidade e técnica, Belén alcança  materialização prestímana da música em sua linha, forma e movimento que representam verdadeiramente o “Feminino e a Contemporaneidade” no flamenco.

 

Workshops:

20 à 28 de agosto em São José dos Campos

30 de agosto à 07 de setembro em São Paulo

Inscrições

www.festivalflamenco.com.br

Breve, mais informações.

Fonte: Flamenco Brasil

Festival Internacional de Dança do Recife

Os interessados devem produzir um DVD (não editado) com a coreografia que desejam apresentar, número de participantes, ficha técnica, especificações sobre a obra e sugestão de valor do cachê. Para os trabalhos de outras cidades, estados e países, o prazo limite (somente para este ano) será a data de postagem. A seleção vai até 10 de junho.

O material deve ser entregue na administração do Centro Apolo Hermilo, aos cuidados de Arnaldo Siqueira, no horário comercial, até 10 de junho. Mais Informações através do telefone: 3355.3320

Fonte: Dança Brasil

Começa amanhã o Circuito Sesc de Arte

O Circuito Sesc de Arte inicia amanhã percurso por 88 cidades do interior, litoral e Grande São Paulo. Até o dia 19, 270 artistas e 71 atividades, entre música, teatro, circo, dança, artes visuais, literatura e artemídia, percorrerão seis roteiros diferentes simultaneamente.

Além de levar programação cultural de qualidade a cidades que em geral não entram na turnê de muitos espetáculos, o Circuito parte do princípio de que a experiência artística é agente capaz de quebrar a rotina dessas cidades, provocando e promovendo diálogos com a população e com artistas locais, criando novas possibilidades de se ver e de se produzir arte.

Não por acaso, o Circuito inclui a apresentação de artistas do interior do Estado, que são “retirados” de suas regiões e “postos para viajar” e se apresentar em novas cidades, palcos e para novos públicos. A arte é apresentada de forma única, proporcionando não só a construção da educação artística, mas também pelo estímulo dos sentidos. “O Circuito Sesc de Artes 2011 é uma oportunidade expressiva para se concretizar a missão da instituição na democratização do acesso do mais amplo público à produção artística”, declara o diretor regional do Sesc São Paulo, Danilo Santos de Miranda. Ele ainda afirma que “os shows, espetáculos de teatro e dança, oficinas e as várias outras linguagens da programação são apresentadas em formatos inusitados, que demandam a participação e o envolvimento do público presente. São atividades que enfatizam o encontro e a troca simbólica entre as pessoas, gerando um raro momento de congraçamento que as artes tão bem conseguem proporcionar.”

Entre os destaques da programação estão, no teatro, Auto da Paixão, do Grupo Circo Branco, de São Paulo e Pernambuco; Negrinho do Pastoreio, do Grupo Oigalê, do Rio Grande do Sul; Poemas Esparadrápicos, inspirado em um livro de poesias infantil em forma de esparadrapo, organizado por José Santos Matos, entre outros. Mais informações e a programação completa podem ser acessadas no site www.sescsp.org.br/circuito.

Fonte: O Estado de S. Paulo

Festa do Teatro distribuirá ingressos para 150 peças

Começa esta semana a Festa do Teatro 2011. O evento, que já faz parte da agenda cultural da cidade de São Paulo, está em sua terceira edição e terá abertura oficial na quinta-feira, no Vale do Anhangabaú, às 12 horas, com apresentação da Cia Base, que fará números aéreos em um balão a 30 metros de altura. A novidade deste ano fica por conta dos espetáculos infantis nos Centros Educacionais Unificados (CEUs), além de sessões com audiodescrição e legenda para portadores de deficiência visuais auditivas.

Com o objetivo principal de democratizar o acesso à produção teatral contemporânea brasileira, a Festa do Teatro tem entrada gratuita para todas as apresentações. Nos dois primeiros anos, obteve grande aprovação da população e distribuiu cerca 77 mil ingressos para 340 espetáculos. Desta vez, estima-se que serão distribuídos cerca de 40 mil ingressos em seis pontos da cidade, nos dias 2, 3 e 4. Ao todo, serão 120 espetáculos adultos e 30 infantis, em várias regiões da cidade. A Festa segue até o dia 12 de junho e mais informações podem ser obtidas pelo site oficial do evento: http://www.festadoteatro.com.br.

Confira alguns espetáculos que terão ingressos gratuitos:

“Mamma Mia!”, em cartaz no Teatro Abril
“New York, New York”, em cartaz no Teatro Bradesco
“Pterodátilos”, em cartaz no teatro Faap
“Édipo”, em cartaz no teatro Eva Herz
“Evita”, em cartaz no Teatro Alfa
“A Tempestade”, em cartaz no teatro Raul Cortez
“Labutaria”, em cartaz no shopping Frei Caneca
“Sem Pensar”, em cartaz no Tuca
“Deus da Carnificina, uma Comédia sem Juízo”, em cartaz no teatro Vivo
“Luis Antonio – Gabriela”, em cartaz no Galpão do Folias

 

Veja os locais de distribuição e horários:

Biblioteca Mário Schenberg

R. Catão, 611, Lapa, zona oeste, São Paulo, SP. Qui. (2) a sáb. (4): 11h às 14h.

Biblioteca Paulo Setúbal

Av. Renata, 163, Vila Formosa, zona leste, São Paulo, SP. Qui. (2) a sáb. (4): 11h às 14h.

Casa Amarela

Pça. Floriano Peixoto, 131, Santo Amaro, zona sul, São Paulo, SP. Qui. (2) a sáb. (4): 11h às 14h.

Teatro Municipal (distribuição em frente às Casas Bahia)

Pça. Ramos de Azevedo, s/nº, centro, São Paulo, SP. Qui. (2) a sáb. (4): 14h às 17h.

Centro Cultural São Paulo

R. Vergueiro, 1.000, Liberdade, centro, São Paulo, SP. Qui. (2) a sáb. (4): 16h às 19h.

SP Escola de Teatro

Av. Rangel Pestana, 2.401, Brás, centro, São Paulo, SP. Qui. (2) a sáb. (4): 16h às 19h.

Fontes: O Estado de S. Paulo e Folha de S. Paulo

Folha promove debate sobre financiamento à cultura

A Folha de São Paulo promove amanhã (1), às 20h, debate sobre financiamento à cultura, com Léo Lama, André Sturm, Leonardo Brant e o secretário de Fomento e Incentivo à Cultura do MinC, Henilton Menezes.

O evento acontece no MIS (av. Europa, 158). Inscrições gratuitas em eventofolha@grupofolha.com.br.

Blog Stats

  • 167.125 hits