Junte os amigos e traga ao Brasil o seu artista preferido

por Marcelo Moreira

Você quer ver o seu artista preferido? Então junte um monte de amigos, venda ingressos antecipados e traga-o. De forma bem simplista, é assim que alguns fanáticos por música têm conseguido ver seus ídolos no Brasil, por meio de uma organização chamada Queremos, que teve origem no Rio de Janeiro.

Em sua maioria são fãs de música e de bandas alternativas que importaram o conceito e a prática do  resolveram pratica do crowdfunding, uma espécie de “vaquinha profissional”: os caras se juntam, entram em contato com os artistas, levantam os custos de uma apresentação ou turnê pelo Brasil e vão atrás do dinheiro, que é obtido, na maioria das vezes, com a venda antecipada de ingressos.

A ideia deu certo no ano passado, com algumas apresentações bem-sucedidas de bandas internacionais pouco conhecidas e a partir dai nasceu o site Queremos.com.

Um dos líderes da turma é o jornalista Bruno Natal. “A repercussão com o artista é extremamente positiva. Um dos artistas que trouxemos postou uma foto no seu twitter e escreveu: ‘o melhor show que eu já fiz’. Isso faz toda a diferença, pois o artista sabe que está tocando para fã, e não para uma marca que trouxe ele aqui pro País”, disse ao site B2B Magazine, da Padrão Editorial.

Ainda de acordo com ele na mesma entrevista, “o formato do projeto é meio a meio, ou seja, metade dos custos é bancado pelos fãs, através do site, e a outra metade por empresas que se identificam e apoiam a iniciativa. O grande benefício desse formato é, primeiramente, garantir que esse show vai acontecer, especialmente no Rio de Janeiro. O critério de seleção procura bandas que estão a caminho do Brasil mas não para o Rio.”

Depois que o número de ingressos reembolsáveis é concluído, os organizadores começam a venda de ingressos normais. O estorno do cartão de crédito desses ‘corealizadores’ é feito no dia seguinte após o show.

Entre os artistas que já foram angariados pelo Queremos estiveram Miike Snow, Belle and Sebastian, Vampire Weekend, Mayer Hawthorne, Miami Horror e LDC Soundsystem.

Há que diga que, por funcionar quase como uma rede social online – ou por se utilizar de forma bastante inteligente delas –, o Queremos caminha para se tornar um verdadeiro Orkut da música alternativa, funcionando tanto como uma ferramenta de financiamento como de divulgação.

No site – www.queremos.com.br – há o conteúdo sobre todos os artistas que participam do projeto, inclusive com depoimentos exclusivos.

Tomara que a ideia pegue de forma rápida no Brasil, e não só para artistas internacionais. Quem sabe os músicos de heavy metal, que ultimamente andam reclamando bastante da falta de espaço, de locais para tocar e de público, não se animem com isso e façam parcerias com seus próprios fãs para viabilizar seus shows.

Fonte: O Estado de S. Paulo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog Stats

  • 167.689 hits
%d blogueiros gostam disto: