Projeto promove integração teatral

por Gabriela Mellão

Renato Borghi tem 52 anos de carreira teatral. Começando por sua apresentação histórica de “Rei da Vela” na Europa em 1968, já viajou o mundo apresentando peças.
Mesmo assim, até o ano passado, pouco conhecia sobre a dramaturgia contemporânea de países de língua hispânica e portuguesa.
“Apesar de ser vizinho da Argentina, me dei conta de que não sabia nada sobre sua obra teatral. A gente ainda está na idade da pedra no que se refere à integração teatral”, diz Borghi.
A partir desta percepção, idealizou, ao lado de Elcio Nogueira Seixas, seu parceiro na Cia. Teatro Promíscuo, um projeto inédito de integração teatral entre o Brasil e 18 países de língua espanhola e portuguesa dos continentes americano, africano e europeu, intitulado Embaixada do Teatro Brasileiro.
Começaram a viajar em dezembro de 2009. Em um ano, percorreram 14 países difundindo o teatro brasileiro e pesquisando a nova dramaturgia produzida nesses locais. Passaram por toda a América Latina hispânica, além de Portugal e Espanha.
Falta visitar os países lusófonos da África e os EUA. O projeto nasceu da sensação de esgotamento em relação à arte brasileira. “Quando está faltando revolução de linguagem, nada melhor que recorrer a uma revolução de paisagem”, diz Seixas.

MARATONA TEATRAL
Com apoio do Ministério da Cultura, eles conseguiram R$ 790 mil para iniciar o projeto, concebido como piloto.
A partir dele, o MinC se dispôs a abrir um edital anual para outros grupos interessados em difundir a dramaturgia brasileira no exterior. Borghi, Seixas, um cineasta e um produtor passaram cerca de 20 dias em cada país, fazendo entrevistas com expoentes da dramaturgia local. Gravaram 600 horas de filme. O material deve gerar uma série de televisão, além de um documentário.
Também recolheu 800 peças teatrais, a maioria inédita. O projeto busca mais recursos para ter continuidade.
A ideia agora é terminar a pesquisa in loco, compor uma curadoria para selecionar os textos e fazer publicações bilíngues, que incorporem também, em espanhol, a nova dramaturgia brasileira. “Nosso compromisso é garantir que essa publicação seja uma série para ser lançada até 2016. Se isso não for feito é balela falar em integração”, fala Seixas.
A Embaixada do Teatro Brasileiro será exposta ao público pela primeira vez nos próximos dias 9 e 10 de maio, quando Borghi e Seixas contarão suas vivências, exibindo imagens captadas na viagem. Após a exposição, será exibido “Medusa”, peça inédita do grupo chileno Teatro La Trompeta, vencedor do Prêmio del Círculo de Críticos de Arte de Chile.
No dia 10 haverá um bate-papo às 17h no mesmo local entre os idealizadores do projeto e os artistas da Cia.

EMBAIXADA DO TEATRO BRASILEIRO E MEDUSA

QUANDO 9/5 e 10/5, às 20h
ONDE Teatro do Sesi (av. Paulista, 1.313, tel.0/xx/11/3146-7405)
QUANTO grátis
CLASSIFICAÇÃO 10 anos

Fonte: Folha de S. Paulo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog Stats

  • 168.099 hits
%d blogueiros gostam disto: